Porto Velho (RO) terça-feira, 2 de junho de 2020
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Jeireissati: 'Lula deve respeitar seu passado'


Adriana Vasconcelos, Agência O Globo BRASÍLIA - O presidente do PSDB, Tasso Jereissati, sugeriu neste sábado que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva desista de disputar o segundo turno da eleição presidencial. As ligações telefônicas entre o chefe de Gabinete de Lula, Gilberto Carvalho, e o petista Jorge Lorenzetti, tido como articulador da operação do dossiê contra os tucanos, envolveriam ainda mais o presidente da República no que Tasso chamou de "mar de lama". - As investigações vão continuar e chegarão ao presidente da República. Não é possível entrarmos em 2007 com esse mar de lama. Se Lula fosse patriota, desistiria da eleição - afirmou Jereissati. Indagado se a saída para a oposição será pedir o impeachment de Lula, em caso de reeleição, Tasso desconversou: - Espero que tudo seja resolvido pelo voto ou então pelo próprio presidente, que tem que ter consciência de sua história e respeite seu passado.

Mais Sobre Política - Nacional

Mariana Carvalho defende novas medidas aprovadas pelo Congresso no enfrentamento à Covid-19

Mariana Carvalho defende novas medidas aprovadas pelo Congresso no enfrentamento à Covid-19

A deputada federal Mariana Carvalho (PSDB-RO) defendeu nesta quinta-feira (2) as medidas que estão sendo aprovadas pela Câmara e pelo Senado no

Relator revisor da MP 924 - Coronavírus, Dep Lucio Mosquini destaca liberação de 5 Bilhões para enfrentamento da crise na saúde

Relator revisor da MP 924 - Coronavírus, Dep Lucio Mosquini destaca liberação de 5 Bilhões para enfrentamento da crise na saúde

O deputado federal Lucio Mosquini é o relator revisor da MP 924/2020, conhecida como MP do Enfrentamento do coronavírus. O Senador Eduardo Gomes també

Deputados federais apresentam no STF pedido de impeachment do ministro Weintraub

Deputados federais apresentam no STF pedido de impeachment do ministro Weintraub

Rede Brasil Atual - Deputados da oposição anunciaram hoje (5) que vão apresentar denúncia no Supremo Tribunal Federal (STF) contra o ministro da Edu