Porto Velho (RO) domingo, 24 de março de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Jefferson quer evitar eleição de corruptos


 Já está na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), aguardando designação de relator, projeto de lei complementar de autoria do senador Jefferson Péres (PDT-AM) que altera a lei complementar 64/90 - a chamada Lei das Inelegibilidades -impedindo a candidatura a cargo eletivo de quem tenha sido condenado ou responda a ação penal por crime contra a administração pública, enquanto não for penalmente reabilitado ou absolvido.

O projeto (PLS 261/06) tem por objetivo ampliar o elenco de determinações que impede brasileiros de se candidatarem. Pela atual legislação, são impedidos de concorrer a cargo eletivo, entre outros, os condenados criminalmente - com sentença transitada em julgado - pela prática de crime contra a economia popular, fé pública, administração pública e patrimônio público. Mas a legislação, segundo o senador, abre brecha para que os processados por crime contra a administração pública fiquem imunes à lei, o que considera um absurdo.

- É necessário garantir a legitimidade das eleições, protegendo a probidade administrativa e a moralidade para o exercício do mandato, considerada a vida pregressa do candidato - salientou o senador, ao se mostrar "estarrecido" com a possibilidade de inúmeros parlamentares serem reeleitos nas eleições de outubro apesar de estarem claramente envolvidos com corrupção e com desvio de dinheiro público.

O pior, segundo Jefferson Péres, é que a Justiça Eleitoral não possui qualquer embasamento legal para agir, no intuito de impedir tais candidaturas.

Fonte: Cláudio Bernardo - Agência Senado

Mais Sobre Política - Nacional

Câmara dos Deputados: CCJC aprova projeto de política nacional de prevenção ao suicídio

Câmara dos Deputados: CCJC aprova projeto de política nacional de prevenção ao suicídio

A deputada federal Mariana Carvalho (PSDB-RO), informou que Câmara dos Deputados, por meio da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC)

Vídeo: Mariana Carvalho comemora a aprovação do seu projeto em que o agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

Vídeo: Mariana Carvalho comemora a aprovação do seu projeto em que o agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

Projeto da deputada Mariana Carvalho (PSDB-RO) e do deputado Rafael Motta (PSB-RN) é aprovado no Senado Federal. O projeto determina que o agressor

APROVADO – Agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

APROVADO – Agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

O Plenário do Senado aprovou, nesta terça-feira (19), projeto que determina que o agressor nos casos de violência doméstica e familiar será obrigado a

Câmara dos Deputados aprova prioridade de matrícula para filhos de mulher vítima de violência

Câmara dos Deputados aprova prioridade de matrícula para filhos de mulher vítima de violência

Proposta permite ao juiz determinar a matrícula ou transferência de dependentes da mulher vítima de violência independentemente da existência de vagaO