Quarta-feira, 22 de maio de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Investimento industrial em controle ambiental cresceu 83,9%


Agência O Globo RIO - O investimento das empresas industriais com controle ambiental no Brasil cresceu 83,9% entre 1997 e 2002, descontando a inflação do período. Segundo o IBGE, que divulgou um levantamento sobre o tema nesta sexta-feira, os investimentos passaram de R$ 10,5 bilhões em 1997 para R$ 22,1 bilhões em 2002. O aumento dos recursos, no entanto, é proporcionalmente menor do que os 92% de crescimento do valor total da transformação industrial no período (de R$ 174,0 bilhões em 1997 para R$ 334,5 bilhões em 2002). Por outro lado, o número de empresas que investiu no controle ambiental cresceu 75% entre 1997 e 2002 (de 3.823 para 6.691 empresas), bem acima dos 26,4% de crescimento do total de empresas no mesmo período. O IBGE considerou como investimentos em controle ambiental a aquisição de máquinas industriais com a concepção de tecnologia limpa, a aquisição de equipamentos, as obras com estação de tratamento e os gastos necessários para colocar esses itens em funcionamento. Em 1997, havia uma alta concentração dos investimentos em controle ambiental nos setores de alimentos e bebidas. Já em 2002, a maior concentração passou para as divisões de fabricação de coque, refino de petróleo, elaboração de combustíveis nucleares e produção de álcool de cana-de-açúcar. Dentre as categorias de uso, a de bens intermediários foi a que mais investiu em controle ambiental tanto em 1997 quanto em 2002, com um crescimento de 176,9% no período. Esse setor, em geral, é apontado como o que mais degrada o meio ambiente. Segundo o IBGE, o crescimento dos investimentos sugere que a indústria procurou atender as exigências impostas pelo comércio internacional, em especial com os países desenvolvidos, cada vez mais exigentes em relação ao cumprimento das normas ambientais. Além disso, o IBGE considera que as empresas tenham levado em conta a conscientização do consumidor com questões ambientais e o receio das organizações de que danos ou passivos ambientais afetem negativamente a imagem delas.

Gente de OpiniãoQuarta-feira, 22 de maio de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

STF tem maioria para determinar recálculo de cadeiras na Câmara dos Deputados

STF tem maioria para determinar recálculo de cadeiras na Câmara dos Deputados

O Supremo Tribunal Federal (STF) formou nesta sexta-feira (25) maioria de votos para determinar que a Câmara dos Deputados faça a redistribuição do

Governo Federal se compromete a incluir plano de carreira da ANM na LOA 2024

Governo Federal se compromete a incluir plano de carreira da ANM na LOA 2024

O Sindicato Nacional dos Servidores das Agências Nacionais de Regulação (SInagências) conseguiu uma solução direta do governo após intensa articulaç

Deputado estadual Pedro Fernandes será o relator da CPI das Reservas em Rondônia

Deputado estadual Pedro Fernandes será o relator da CPI das Reservas em Rondônia

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) das Reservas foi instaurada em Rondônia para investigar possíveis irregularidades nos processos de criação

Ministro Paulo Pimenta trata sobre parceria entre Rede IFES de Comunicação Pública, Educativa e de Divulgação científica com a EBC e o Governo Federal

Ministro Paulo Pimenta trata sobre parceria entre Rede IFES de Comunicação Pública, Educativa e de Divulgação científica com a EBC e o Governo Federal

Na tarde dessa segunda-feira (06), o ministro-chefe da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República (SECOM), Paulo Pimenta, esteve r

Gente de Opinião Quarta-feira, 22 de maio de 2024 | Porto Velho (RO)