Porto Velho (RO) domingo, 24 de junho de 2018
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Investigações na Funasa levaram PF ao dossiê contra Serra


Jailton de Carvalho - Agência O GloboBRASÍLIA - O vice-presidente da CPI dos Sanguessugas, deputado Raul Jungmann (PPS-PE), disse nesta segunda-feira que o nome de Freud Godoy, lotado no gabinete da Presidência da República, aparece nas interceptações telefônicas feitas pela Polícia Federal que levaram à prisão de Gedimar Passos e Valdebran Carlos Padilha da Silva. O deputado, que esteve na Polícia Federal nesta tarde, disse que a PF descobriu a negociação do dossiê contra José Serra quando investigava a possível infiltração dos sanguessugas na Funasa (Fundação Nacional de Saúde).- Existem fitas em que se coloca o nome de uma terceira pessoa, que seria o Freud - disse Jungmann.O vice-presidente da CPI vai propor que uma subcomissão viaje a Cuiabá para acampanhar os depoimentos dos supostos envolvidos na compra do dossiê. Jungmann também vai propor que a CPI peça a cópia dos depoimentos e das escutas telefônicas feitas pela PF.

Mais Sobre Política - Nacional

Marco Aurélio Mello culpa Cármen Lúcia por prisão ilegal de Lula

Marco Aurélio Mello culpa Cármen Lúcia por prisão ilegal de Lula

 247 – Um dia depois de denunciar à televisão portuguesa que o ex-presidente Lula está preso ilegalmente no Brasil (saiba mais aqui), o ministro Marco

 'Decisão de Fux já custou mais de R$ 4 bi ao País'

'Decisão de Fux já custou mais de R$ 4 bi ao País'

"Uma decisão tomada há quase quatro anos pelo ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal, já custou mais de R$ 4 bilhões aos cofres públicos sem

No mesmo dia em que manobrou contra Lula, Fachin livrou Temer

No mesmo dia em que manobrou contra Lula, Fachin livrou Temer

Fachin arquivou uma investigação da Polícia Federal que recaía contra Temer. A apuração era sobre um manuscrito apreendido no gabinete do senador pel

Ministro de Temer fala em 'guerra letal' nas favelas e avisa que 'criança bonitinha' pode virar alvo

Ministro de Temer fala em 'guerra letal' nas favelas e avisa que 'criança bonitinha' pode virar alvo

"Você vê uma criança bonitinha, de 12 anos de idade, entrando em uma escola pública, não sabe o que ela vai fazer depois da escola. É muito complicado