Porto Velho (RO) quinta-feira, 15 de novembro de 2018
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Índios ameaçados de despejo pedem pressa em desapropriação de terra


Agência O GloboBRASÍLIA - Representantes da comunidade indígena Krahô-Kanela estarão em Brasília a partir desta segunda-feira para pressionar as autoridades do governo a concluir o processo de desapropriação de uma área a ser destinada a eles, no estado do Tocantins. A comunidade corresponde a cerca de 200 a 300 pessoas, segundo o Conselho Indigenista Missionário, órgão ligado à Igreja Católica.O primeiro encontro dos três representantes dos índios será com o senador Paulo Paim (PT-RS), que, desde 2005, vem acompanhando a luta dos Krahô-Kanela. Segundo a assessoria de imprensa do Cimi, há três meses, os presidentes da Fundação Nacional do Índio (Incra) e do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) assinaram uma portaria conjunta para a desapropriação de duas fazendas, área a ser destinada aos Krahô-Kanela.A desapropriação, porém, segundo o Cimi, ainda está em tramitação no governo. Com a assinatura da portaria inicial, os proprietários das terras haviam concordado com a cessão das terras e deixaram os indígenas a ocupar parte da área, provisoriamente. Na semana passada, os proprietários comunicaram aos Krahô-Kanela que, com a demora na tramitação, eles pretendem entrar com ação de reintegração de posse, solicitando à Justiça a retirada dos indígenas da terra.A área a ser desapropriada tem sete mil hectares, no município de Lagoa da Confusão (TO). Depois de três décadas de peregrinação, os Krahô-Kanela viveram, desde 2001, em uma casa construída sobre o antigo lixão da cidade de Gurupi, segundo a assessoria do Cimi.

Mais Sobre Política - Nacional

 JUSTIÇA SUÍÇA APONTA R$ 43,2 MILHÕES EM FINANCIAMENTO ILEGAL DE SERRA

JUSTIÇA SUÍÇA APONTA R$ 43,2 MILHÕES EM FINANCIAMENTO ILEGAL DE SERRA

Dinheiro para financiar a campanha presidencial do PSDB

Jair Bolsonaro diz que programa Mais Médicos não será suspenso

Jair Bolsonaro diz que programa Mais Médicos não será suspenso

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, disse ontem (14) que manterá o programa Mais Médicos e vai substituir os cerca de 8.500 profissionais cubanos p

JUÍZA SUBSTITUTA DE MORO NEGA PEDIDO DE LULA PARA SER INTERROGADO DE NOVO

JUÍZA SUBSTITUTA DE MORO NEGA PEDIDO DE LULA PARA SER INTERROGADO DE NOVO

A juíza federal substituta Gabriela Hardt negou, nesta terça-feira (13), o pedido da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para que ele