Porto Velho (RO) domingo, 24 de março de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Índios ameaçados de despejo pedem pressa em desapropriação de terra


Agência O GloboBRASÍLIA - Representantes da comunidade indígena Krahô-Kanela estarão em Brasília a partir desta segunda-feira para pressionar as autoridades do governo a concluir o processo de desapropriação de uma área a ser destinada a eles, no estado do Tocantins. A comunidade corresponde a cerca de 200 a 300 pessoas, segundo o Conselho Indigenista Missionário, órgão ligado à Igreja Católica.O primeiro encontro dos três representantes dos índios será com o senador Paulo Paim (PT-RS), que, desde 2005, vem acompanhando a luta dos Krahô-Kanela. Segundo a assessoria de imprensa do Cimi, há três meses, os presidentes da Fundação Nacional do Índio (Incra) e do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) assinaram uma portaria conjunta para a desapropriação de duas fazendas, área a ser destinada aos Krahô-Kanela.A desapropriação, porém, segundo o Cimi, ainda está em tramitação no governo. Com a assinatura da portaria inicial, os proprietários das terras haviam concordado com a cessão das terras e deixaram os indígenas a ocupar parte da área, provisoriamente. Na semana passada, os proprietários comunicaram aos Krahô-Kanela que, com a demora na tramitação, eles pretendem entrar com ação de reintegração de posse, solicitando à Justiça a retirada dos indígenas da terra.A área a ser desapropriada tem sete mil hectares, no município de Lagoa da Confusão (TO). Depois de três décadas de peregrinação, os Krahô-Kanela viveram, desde 2001, em uma casa construída sobre o antigo lixão da cidade de Gurupi, segundo a assessoria do Cimi.

Mais Sobre Política - Nacional

Câmara dos Deputados: CCJC aprova projeto de política nacional de prevenção ao suicídio

Câmara dos Deputados: CCJC aprova projeto de política nacional de prevenção ao suicídio

A deputada federal Mariana Carvalho (PSDB-RO), informou que Câmara dos Deputados, por meio da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC)

Vídeo: Mariana Carvalho comemora a aprovação do seu projeto em que o agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

Vídeo: Mariana Carvalho comemora a aprovação do seu projeto em que o agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

Projeto da deputada Mariana Carvalho (PSDB-RO) e do deputado Rafael Motta (PSB-RN) é aprovado no Senado Federal. O projeto determina que o agressor

APROVADO – Agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

APROVADO – Agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

O Plenário do Senado aprovou, nesta terça-feira (19), projeto que determina que o agressor nos casos de violência doméstica e familiar será obrigado a

Câmara dos Deputados aprova prioridade de matrícula para filhos de mulher vítima de violência

Câmara dos Deputados aprova prioridade de matrícula para filhos de mulher vítima de violência

Proposta permite ao juiz determinar a matrícula ou transferência de dependentes da mulher vítima de violência independentemente da existência de vagaO