Porto Velho (RO) domingo, 22 de setembro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Indicador do MEC mostra que país tem só dez cidades com ensino de Primeiro Mundo


Demétrio Weber - Agência O GloboBRASÍLIA - O Ministério da Educação divulga nesta quinta-feira o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), novo indicador calculado a partir da Prova Brasil e das taxas de aprovação. Os números são dramáticos. Apenas em dez dos mais de 5.500 municípios brasileiros os alunos da rede municipal de 1ª a 4ª série alcançam ou superam a média 6, considerada equivalente ao padrão de aprendizagem dos países desenvolvidos.No cálculo dos estados, que considera toda a rede pública, nenhum alcançou a nota 5. No ensino médio, 16 estados ficaram abaixo da nota média 3. Minas Gerais, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, que atingiram a média mais alta, não passaram de 3,5. Entre as turmas de 5ª a 8ª série do ensino fundamental, apenas Santa Catarina superou a nota 4, com a média 4,1. Entre os alunos de 1ª a 4ª série, São Paulo liderou com 4,5. ( Leia mais em O Globo Digital: Santa Catarina lidera ranking)Ao lançar o Plano de Desenvolvimento da Educação (PDE), o presidente Lula disse que seu governo entrará para a História se o PDE botar o Brasil "em pé de igualdade com qualquer país do mundo desenvolvido na área de educação". Os números mostram que, por enquanto, o país está muito distante disso. A meta do MEC é que até 2021 os alunos de 1ª a 4ª série consigam atingir a média geral 6, consideradas as escolas públicas e particulares.Nesta quarta, milhares de professores da rede pública fizeram uma passeata na Esplanada dos Ministérios para protestar contra o piso salarial de R$ 850 previsto no PDE.Os piores resultadosRamilândia, no Paraná, sofre com migração - Ramilândia, a 80 quilômetros de Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná, é o município com o mais baixo indicador educacional do país, com 3.872 habitantes e índice de analfabetismo que beira os 22% da população. Lá existe apenas uma escola municipal, com 451 alunos. Segundo o prefeito, 25% da arrecadação de R$ 400 mil por mês são destinados à educação. A cidade tem 25 professores, que ganham em média R$ 570 por 20 horas semanais.Em Maiquinique, a maioria não faz pré-escola - Com um índice de repetência que chega a 55% nas primeiras séries do ensino fundamental, Maiquinique, a 600 quilômetros de Salvador, tem o segundo pior ensino de 1ª a 4ª série e o pior de 5ª a 8ª série. A cidade tem apenas uma unidade de ensino pré-escolar. A maior parte dos alunos entra diretamente na primeira série do ensino fundamental, sem qualquer preparo. O efeito é uma bola de neve.A cidade tem 12 escolas de ensino fundamental e cerca de cem professores. Pelo menos 70% deles só cursaram até o Segundo Grau. Eles recebem R$ 414,98. Quase a totalidade dos 30% restante ainda estão freqüentando a universidade e recebem o mesmo valor. Os poucos que já têm nível superior ganham aproximadamente R$ 650.Falta de recursos e longas distâncias em Itaúba - No município mato-grossense de Itaúba, o acesso à escola ainda é deficiente. O município vive às voltas com a evasão escolar. Um em cada cinco moradores com mais de 25 anos não sabe ler nem escrever na cidade.A secretária de Educação do município, Ivanir Cavalheiro Zonta, diz que as grandes distâncias entre as fazendas e a zona urbana contribuem para a queda na freqüência e o baixo desempenho dos alunos: - Muitas vezes você encontra uma casa a cada 20 quilômetros de distância, em estrada de chão.O orçamento anual de sua pasta fica entre R$ 110 mil e R$ 130 mil. Em Itaúba há cinco escolas municipais e apenas uma estadual.( Leia reportagem completa sobre o novo indicador em O Globo Digital)

Mais Sobre Política - Nacional

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

 Há pelo menos seis anos, setores do governo brasileiro estudam construir quatro grandes hidrelétricas, duas delas na Região Norte, uma delas em Rondô

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

A Câmara dos Deputados aprovou na noite desta segunda-feira o PL 2438/19 de autoria da deputada Mariana Carvalho (RO) e do deputado Rafael Motta que

Justiça partidária condena PT em Curitiba e blinda PSDB em São Paulo

Justiça partidária condena PT em Curitiba e blinda PSDB em São Paulo

Implacável para condenar lideranças do PT na República de Curitiba, a Justiça brasileira não mostra o mesmo furor para investigar e julgar os tucanões

FGTS: Anúncio sobre saques fica para a próxima semana, diz Onyx

FGTS: Anúncio sobre saques fica para a próxima semana, diz Onyx

O ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, afirmou que o anúncio da liberação de saques das contas ativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviç