Porto Velho (RO) domingo, 16 de fevereiro de 2020
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Igreja Católica reage à ofensiva do governo: Evaristo Pascoal Spengler. "Só vimos na ditadura"


Igreja Católica reage à ofensiva do governo: Evaristo Pascoal Spengler. "Só vimos na ditadura" - Gente de Opinião

A Igreja Católica começa a reagir à ação de espionagem do governo Bolsonaro contra o Sínodo da Amazônia que terá como ponto culminante um encontro no Vaticano em outubro. O bispo da prelazia de Marajó (PA), dom Evaristo Pascoal Spengler, um frade franciscano, protestou: "Isso é um retrocesso que só vimos na ditadura militar", protestou. O secretário-geral da CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil), dom Leonardo Steiner, também franciscano, gravou um vídeo que está na página oficial da entidade (aqui) no qual afirma que o encontro é da "da Igreja para a Igreja" e "envolve toda a questão da Pan-Amazônia: os povos, o meio ambiente". O escândalo já repercute internacionalmente. Na Itália, o jornal Il Fatto Quotidiano destacou em sua edição desta quarta-feira: "Bolsonaro teme o Sínodo sobre a Amazônia. Medo que a Igreja critique o governo: serviços secretos espionam bispos e padres" (aqui).

Em entrevista ao jornalista Bernardo de Mello Franco (aqui), o bispo de Marajó disse que não cabe ao governo monitorar os debates da Igreja que o clero já suspeitara da presença de arapongas numa assembleia em Marabá. Dom Evaristo afirmou que esclarece que a Igreja "não é neutra", o que não significa que tenha partido. "A Igreja está do lado dos mais fracos, dos mais pobres, dos ribeirinhos e dos indígenas". Na entrevista, o franciscano disse ainda que o governo Bolsonaro defende interesses econômicos contra os povos da Amazônia e a floresta: "Estão incentivando um modelo predatório de desenvolvimento, que extrai as riquezas da floresta e deixa a população na pobreza". 

O secretário-geral da CNBB lembrou em seu vídeo que o encontro convocado pelo Papa Francisco não envolve apenas o Brasil, mas nove países que integram a região da Pan-Amazônia. O documento preparatório da Igreja para o Sínodo define a Amazônia como "uma região com rica biodiversidade, é multiétnica, pluricultural e plurirreligiosa, um espelho de toda a humanidade que, em defesa da vida, exige mudanças estruturais e pessoais de todos os seres humanos, dos Estados e da Igreja".

Mais Sobre Política - Nacional

Deputados federais apresentam no STF pedido de impeachment do ministro Weintraub

Deputados federais apresentam no STF pedido de impeachment do ministro Weintraub

Rede Brasil Atual - Deputados da oposição anunciaram hoje (5) que vão apresentar denúncia no Supremo Tribunal Federal (STF) contra o ministro da Edu

Jair Bolsonaro envia projeto que regulamenta exploração de terras indígenas

Jair Bolsonaro envia projeto que regulamenta exploração de terras indígenas

O presidente Jair Bolsonaro apresentou nesta quarta-feira (5) um projeto de lei (PL) para regulamentar a exploração de atividades econômicas em terras

Carta aberta ao Congresso Nacional pelas aprovações da PEC nº 108 de 2019ª

Carta aberta ao Congresso Nacional pelas aprovações da PEC nº 108 de 2019ª

Nos últimos anos voltou à tona a discussão sobre o excesso de regulamentação profissional no Brasil, numa   verdadeira afronta ao disposto no art. 5º,