Porto Velho (RO) sexta-feira, 18 de janeiro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Idec: ligação por minutos ficará até 165% mais cara


Agência O GloboRIO - Dificilmente o consumidor sairá ganhando quando as ligações de telefones fixos passarem a ser cobradas por minutos e não mais por pulsos, a partir de março. Os clientes terão a opção de escolher entre dois planos, segundo determinação da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Mas simulação feita pelo Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec) revela que em ambos os casos a probabilidade maior é de aumento do gasto.Nas ligações de até um minuto, a economia poderá ser de até 66,78% no plano básico por minuto e de até 93,75% no plano alternativo. A partir de três minutos, porém, o valor pode subir até 165,74%.- O sistema atual é injusto. A alteração deveria ser boa para o consumidor, mas pode ser uma mudança para pior, dependendo do perfil de gasto de cada um - afirmou a advogada do Idec, Daniela Trettel.O novo sistema de cobrança - que estava previsto para acontecer este ano, foi adiado devido a reclamações dos consumidores - deverá ser implementado entre 1º de março e 31 de julho de 2007. Enquanto isso, as empresas terão que oferecer dois tipos de planos, com até 60 dias de antecedência: um adequado para quem faz ligações mais curtas e outro para quem usa o telefone para a acessar a internet ou tem o hábito de fazer chamadas demoradas.

Mais Sobre Política - Nacional

HASTA LA VISTA, BAMBINO

HASTA LA VISTA, BAMBINO

Césare Battisti buscou a proteção de Evo Morales, seu aliado de esquerda.

Jair Bolsanaro assina decreto e  pessoas acima de 25 anos podem ter até 4 armas de fogo

Jair Bolsanaro assina decreto e pessoas acima de 25 anos podem ter até 4 armas de fogo

A partir do decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro hoje (15), no Palácio do Planalto, cidadãos brasileiros com mais de 25 anos poderão compra

O filho de Hamilton Mourão e o irmão de José Alencar: dois casos exemplares

O filho de Hamilton Mourão e o irmão de José Alencar: dois casos exemplares

São casos exemplares que demonstram comportamentos opostos dos governos

Governo de Bolsanaro vai fazer pente fino em 2 milhões de benefícios do INSS

Governo de Bolsanaro vai fazer pente fino em 2 milhões de benefícios do INSS

O governo federal vai fazer uma auditoria em 2 milhões de benefícios pagos pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que têm indícios de irregul