Porto Velho (RO) segunda-feira, 14 de outubro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Horário de verão no Norte e Nordeste não traz economia significativa de energia


(Agência O Globo)Estudos realizados pelo Ministério de Minas e Energia comprovam que se o horário de verão fosse adotado nas regiões Norte e Nordeste a queda de consumo seria praticamente neutra. Por isso, essas regiões estarão mais uma vez de fora do horário diferenciado, que começa no dia 5 de novembro. A informação é do secretário de energia do Ministério de Minas e Energia, Ronaldo Shuck.Ele lembrou que a duração do dia, do amanhecer e ao por do sol, é diferente em cada região do país.- Quanto mais ao sul é comprovado que há um ganho mais significativo (com o horário de verão).Shuck lembrou que já houve edições do horário de verão em que os estados no Nordeste e do Norte foram incluídos, causando transtornos para a população, sem ter aumentado a segurança do sistema.- Estamos repetindo na versão 2006/2007 a mesma abrangência do verão passado, em dez estados e no Distrito Federal, em que os ganhos são bem expressivos - disse em entrevista ao Programa Notícias da Manhã, da Rádio Nacional.Segundo o secretário a adoção do horário diferenciado é uma prática adotada com benefícios constatados no Brasil e em outros países, porque a população se adapta facilmente a esse horário.Shuck destacou que além da economia, o horário de verão dá segurança para o atendimento de energia elétrica, principalmente, por causa do período em que há coincidência de gastos de consumo nas indústrias e residências, entre 20 e 21 horas.A decisão de transferir para novembro a entrada em vigor do horário de verão teve o objetivo de atender a uma solicitação do Tribunal Superior Eleitoral, porque causaria dificuldade na correção dos relógios das urnas eleitorais.- Normalmente a data seria em meados de outubro, mas em função do segundo turno e da interferência que tem essa mudança nos relógios das urnas eletrônicas foi acatado o pedido do TSE. A entrada em vigor está marcada para o dia 5 de novembro estendendo-se até o fim de semana após o carnaval no dia 25 de fevereiro, quando é uma época em que o ganho começa a ser diminuído e o consumo começa a aumentar na parte da manhã - esclareceu.

Mais Sobre Política - Nacional

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

 Há pelo menos seis anos, setores do governo brasileiro estudam construir quatro grandes hidrelétricas, duas delas na Região Norte, uma delas em Rondô

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

A Câmara dos Deputados aprovou na noite desta segunda-feira o PL 2438/19 de autoria da deputada Mariana Carvalho (RO) e do deputado Rafael Motta que

Justiça partidária condena PT em Curitiba e blinda PSDB em São Paulo

Justiça partidária condena PT em Curitiba e blinda PSDB em São Paulo

Implacável para condenar lideranças do PT na República de Curitiba, a Justiça brasileira não mostra o mesmo furor para investigar e julgar os tucanões

FGTS: Anúncio sobre saques fica para a próxima semana, diz Onyx

FGTS: Anúncio sobre saques fica para a próxima semana, diz Onyx

O ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, afirmou que o anúncio da liberação de saques das contas ativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviç