Porto Velho (RO) terça-feira, 26 de março de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Horário de verão começa no dia 5 de novembro


Mônica Tavares - Agência O GloboBRASÍLIA - O governo publicou decreto instituindo que o horário de verão este ano vai começar a zero hora do dia 5 de novembro e terminará no dia 25 de fevereiro de 2007. O governo optou por iniciar o horário somente em novembro por causa das eleições.No dia 5 de novembro os relógios deverão ser adiantados em uma hora nas regiões Sul, Sudeste e Centro Oeste - estados do Rio de Janeiro, Espírito Santo, São Paulo, Minas Gerais, Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná.O objetivo da medida é reduzir o consumo de energia no horário de ponta, entre 19h e 22h, e com isso haverá uma redução da sobrecarga do sistema, diminuindo os riscos de queda de energia.No Brasil, o horário de verão começou a vigorar em 1931. Desde 1985 ele vem sendo adotado todos os anos, sem interrupções.O horário de verão deve gerar uma economia de aproximadamente 50 milhões de reais, segundo estimativa do ONS (Operador Nacional do Sistema Elétrico). A expectativa do ONS é a de que a medida contribua para reduzir o consumo de energia entre 4% e 5% no horário de pico, ou o equivalente a 2 mil MW.

Mais Sobre Política - Nacional

AROEIRA: RELAÇÃO ENTRE JAIR BOLSONARO E RODRIGO MAIA É DE AMOR E ÓDIO

AROEIRA: RELAÇÃO ENTRE JAIR BOLSONARO E RODRIGO MAIA É DE AMOR E ÓDIO

O chargista Aroeira, do Jornalistas pela Democracia, divulgou nesta segunda-feira (25) nova charge em que retrata a crise política protagonizada pelo

Presidente Jair Bolsonaro autoriza celebração do 31 de março de 1964

Presidente Jair Bolsonaro autoriza celebração do 31 de março de 1964

O presidente Jair Bolsonaro aprovou a mensagem que será lida em quarteis e guarnições militares no próximo dia 31 de março, em alusão à mesma data no

Câmara dos Deputados: CCJC aprova projeto de política nacional de prevenção ao suicídio

Câmara dos Deputados: CCJC aprova projeto de política nacional de prevenção ao suicídio

A deputada federal Mariana Carvalho (PSDB-RO), informou que Câmara dos Deputados, por meio da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC)

Vídeo: Mariana Carvalho comemora a aprovação do seu projeto em que o agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

Vídeo: Mariana Carvalho comemora a aprovação do seu projeto em que o agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

Projeto da deputada Mariana Carvalho (PSDB-RO) e do deputado Rafael Motta (PSB-RN) é aprovado no Senado Federal. O projeto determina que o agressor