Porto Velho (RO) terça-feira, 13 de novembro de 2018
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

GRAMPOS EM TELEFONES DO TSE


Maria Lima e Mônica Tavares - Agência O GloboBRASÍLIA - Os telefones do presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Marco Aurélio Mello, do vice-presidente, Antônio Cezar Peluso, e de um terceiro ministro, Marcelo Ribeiro, que julga as infrações à propaganda eleitoral, foram grampeados. Em nota divulgada neste domingo, o TSE informou que o grampos foram encontrados após uma varredura "para verificar a segurança das linhas telefônicas dos ministros". Para Marco Aurélio, a audácia dos criminosos chegou a limites inimagináveis.- Se partiu de um particular, político ou do crime organizado, é condenável. Mas se partiu do Estado mostra que quadro de horror e opressão estamos vivendo. Um ministro do Supremo ser bisbilhotado é uma coisa inimaginável - reagiu o ministro.Segundo ele, o pedido de varredura foi feito por Peluso, que desconfiava estar sendo grampeado. O presidente do TSE disse que ainda é cedo para supor de onde partiu a ordem para os grampos.- De minha parte só posso garantir uma coisa: quem mandou me grampear deve estar frustrado, porque sou um livro aberto - brincou.Os detalhes do grampo vão ser divulgados nesta segunda-feira, em entrevista coletiva do diretor-geral do TSE, Athayde Fontoura Filho.

Mais Sobre Política - Nacional

JUÍZA SUBSTITUTA DE MORO NEGA PEDIDO DE LULA PARA SER INTERROGADO DE NOVO

JUÍZA SUBSTITUTA DE MORO NEGA PEDIDO DE LULA PARA SER INTERROGADO DE NOVO

A juíza federal substituta Gabriela Hardt negou, nesta terça-feira (13), o pedido da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para que ele

Bolsonaro anuncia o general Fernando Azevedo e Silva para a Defesa

Bolsonaro anuncia o general Fernando Azevedo e Silva para a Defesa

A pasta seria ocupada inicialmente pelo general Augusto Heleno

Projeto de Mariana Carvalho isenta motorista de novos exames dentro da validade da CNH

Projeto de Mariana Carvalho isenta motorista de novos exames dentro da validade da CNH

O exame tem validade de cinco anos para condutores com menos de 65 anos.

Haddad, Ciro, Boulos e os rumos dos progressistas

Haddad, Ciro, Boulos e os rumos dos progressistas

Haddad, Ciro e Boulos precisam decidir se querem dar um passo em frente ou dois passos atrás.