Porto Velho (RO) sexta-feira, 10 de julho de 2020
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Governo anuncia corte de R$ 1,6 bi no Orçamento deste ano


Agência O Globo BRASÍLIA - Em meio ao aumento do risco dos países emergentes e a uma certa turbulência nos mercados globais provocada por desconfianças sobre a economia americana - que no Brasil é agravada pela crise política - o governo anunciou nesta segunda-feira corte de R$ 1,6 bilhão no Orçamento deste ano. A redução é necessária para o cumprimento da meta de superávit primário de 4,25% do Produto Interno Bruto (PIB), informou o Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. O governo também reduziu de 4,5% para 4,0% a estimativa de crescimento do PIB utilizada para projetar as receitas e despesas no ano, quase um ponto percentual acima do previsto pelas instituições financeiras. Para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), a estimativa do governo recuou de 3,69% para 3,27%, também acima do que projeta o mercado. Nesta segunda-feira o relatório Focus do BC mostrou que o mercado financeiro revisou para baixo, mais uma vez, as projeções do ano para o PIB (3,09%), inflação pelo IPCA (3,03%) e taxa básica de juros (13,50%). Segundo o mais recente relatório de avaliação bimestral, o governo diminuiu a estimativa de receitas em quase R$ 300 milhões. Por outro lado, subiu a previsão de despesas primárias obrigatórias. - O que aconteceu é que o PIB foi reduzido. Esse contingenciamento, de certa forma, já era esperado. No médio prazo, não vejo não cumprimento da meta (fiscal). A piora se dá mais no longo prazo, o grande foco de preocupação é Previdência e funcionalismo público, que acaba aumentando o piso dos gastos. - comentou Guilherme Loureiro, economista da Tendências Consultoria Integrada. A Tendências prevê superávit de 9,2 bilhões de reais do setor público consolidado em agosto, o que indicaria 4,26 por cento do PIB em 12 meses. "A projeção atual do resultado do Regime Geral da Previdência Social indica um incremento de R$ 539,1 milhões no déficit", em relação ao previsto no decreto de julho, apontou o ministério em nota. "Ressalte-se ainda que o reajuste dos demais benefícios passou de 5% para 5,01%", acrescentou o governo, referindo-se à discreta mudança no percentual de reajuste para aposentados e pensionistas que ganham acima de um salário mínimo.

Mais Sobre Política - Nacional

Mariana Carvalho defende novas medidas aprovadas pelo Congresso no enfrentamento à Covid-19

Mariana Carvalho defende novas medidas aprovadas pelo Congresso no enfrentamento à Covid-19

A deputada federal Mariana Carvalho (PSDB-RO) defendeu nesta quinta-feira (2) as medidas que estão sendo aprovadas pela Câmara e pelo Senado no

Relator revisor da MP 924 - Coronavírus, Dep Lucio Mosquini destaca liberação de 5 Bilhões para enfrentamento da crise na saúde

Relator revisor da MP 924 - Coronavírus, Dep Lucio Mosquini destaca liberação de 5 Bilhões para enfrentamento da crise na saúde

O deputado federal Lucio Mosquini é o relator revisor da MP 924/2020, conhecida como MP do Enfrentamento do coronavírus. O Senador Eduardo Gomes també

Deputados federais apresentam no STF pedido de impeachment do ministro Weintraub

Deputados federais apresentam no STF pedido de impeachment do ministro Weintraub

Rede Brasil Atual - Deputados da oposição anunciaram hoje (5) que vão apresentar denúncia no Supremo Tribunal Federal (STF) contra o ministro da Edu