Porto Velho (RO) sexta-feira, 18 de janeiro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Governadores querem 3% do fundo para cofres estaduais


Agência O GloboBRASÍLIA. O ministro da Educação, Fernando Haddad, disse nesta quarta-feira que a briga por recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) envolve o rateio de R$ 1,8 bilhão, ou seja, 3% do que o novo fundo deverá movimentar a partir de 2010, quando estiver funcionando plenamente. Esse é o valor que irá anualmente para os cofres estaduais, caso o governo federal atenda à reivindicação dos governadores, que querem maior peso para alunos de ensino médio.Haddad se reuniu com representantes da Frente Nacional de Prefeitos. A entidade defende repasses maiores para o financiamento de creches e pré-escolas, o que eleva a transferência de recursos para as prefeituras. A decisão final será tomada pela junta de acompanhamento, formada por representantes de estados, municípios e do MEC. O prazo final é 20 de fevereiro, uma vez que o Fundeb entrará em vigor no dia 1º de março.Haddad admitiu que o novo fundo não acabará com a falta de dinheiro na educação básica:- O Fundeb é um passo importante, do ponto de vista do desequilíbrio regional, mas tem que ser complementado com uma série de ações.

Mais Sobre Política - Nacional

HASTA LA VISTA, BAMBINO

HASTA LA VISTA, BAMBINO

Césare Battisti buscou a proteção de Evo Morales, seu aliado de esquerda.

Jair Bolsanaro assina decreto e  pessoas acima de 25 anos podem ter até 4 armas de fogo

Jair Bolsanaro assina decreto e pessoas acima de 25 anos podem ter até 4 armas de fogo

A partir do decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro hoje (15), no Palácio do Planalto, cidadãos brasileiros com mais de 25 anos poderão compra

O filho de Hamilton Mourão e o irmão de José Alencar: dois casos exemplares

O filho de Hamilton Mourão e o irmão de José Alencar: dois casos exemplares

São casos exemplares que demonstram comportamentos opostos dos governos

Governo de Bolsanaro vai fazer pente fino em 2 milhões de benefícios do INSS

Governo de Bolsanaro vai fazer pente fino em 2 milhões de benefícios do INSS

O governo federal vai fazer uma auditoria em 2 milhões de benefícios pagos pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que têm indícios de irregul