Porto Velho (RO) domingo, 24 de março de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Google Brasil tem mais 15 dias para entregar dados de usuários do Orkut


Isis Brum - Agência O GloboSÃO PAULO - A Justiça Federal prorrogou o prazo para que a Google Brasil entregue os dados dos usuários do Orkut investigados pelo Ministério Público Federal. A empresa recebeu tem mais 15 dias para fornecer o sigilo dos criadores de perfis e comunidades do site de relacionamentos.O juiz substituto Paulo Cezar Neves Junior entendeu que a empresa teria a sua defesa prejudicada porque o processo não estava disponível para consulta na secretária da 17ª Vara Cível da Justiça Federal em São Paulo. Os documentos estavam no Ministério Público Federal (MPF). De acordo com o advogado da Google Brasil, Durval Noronha, o processo estava no MPF até anteontem.Neves também negou o pedido da Procuradoria de estender a liminar a todos os serviços disponíveis pela Google, como o email. O objetivo da ampliação da decisão - que além de obrigar a empresa entregar os dados que identificam os suspeitos, ainda estaria sujeita a pagamento de multa diária -, segundo informou a assessoria do MPF, era o de evitar a demora na obtenção dos dados de internautas criminosos.A Justiça também negou a nomeação de um especialista que atestaria que a Google no Brasil está desvinculada de sua matriz americana, a Google Inc., proprietária do Orkut. O pedido havia sido feito pelo escritório brasileiro no dia 21 de agosto.Em entrevista concedida ao Diário, Noronha disse que existem 48 pedidos de quebra de sigilo de usuários do Orkut na ação do Ministério Público Federal endereçados à subsidiária brasileira, que não teria acesso a essas informações por estarem hospedadas nos Estados Unidos.De acordo com o procurador, a Justiça Federal encaminhou as ordens de quebra de sigilo à matriz americana e 30 delas foram cumpridas. A empresa aguarda intimação para fornecer os dados dos 18 restantes.

Mais Sobre Política - Nacional

Câmara dos Deputados: CCJC aprova projeto de política nacional de prevenção ao suicídio

Câmara dos Deputados: CCJC aprova projeto de política nacional de prevenção ao suicídio

A deputada federal Mariana Carvalho (PSDB-RO), informou que Câmara dos Deputados, por meio da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC)

Vídeo: Mariana Carvalho comemora a aprovação do seu projeto em que o agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

Vídeo: Mariana Carvalho comemora a aprovação do seu projeto em que o agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

Projeto da deputada Mariana Carvalho (PSDB-RO) e do deputado Rafael Motta (PSB-RN) é aprovado no Senado Federal. O projeto determina que o agressor

APROVADO – Agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

APROVADO – Agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

O Plenário do Senado aprovou, nesta terça-feira (19), projeto que determina que o agressor nos casos de violência doméstica e familiar será obrigado a

Câmara dos Deputados aprova prioridade de matrícula para filhos de mulher vítima de violência

Câmara dos Deputados aprova prioridade de matrícula para filhos de mulher vítima de violência

Proposta permite ao juiz determinar a matrícula ou transferência de dependentes da mulher vítima de violência independentemente da existência de vagaO