Porto Velho (RO) quarta-feira, 21 de outubro de 2020
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Fórum Social Mundial é realizado pela primeira vez na África


Maiá Menezes - Agência O Globo

NAIRÓBI, Quênia - Cerca de 10 mil pessoas, segundo os organizadores, fizeram uma grande caminhada neste sábado num dos maiores bairros da periferia africana para abrir o Fórum Social Mundial.

O evento, que foi criado em 2001 como contraposição ao Fórum Econômico Mundial - evento da elite econômica do mundo realizado anualmente em Davos, na Suíça - vai ser realizado pela primeira vez num país africano, o Quênia. Neste ano, o novo palco deu ao Fórum Social Mundial cores, paisagens e discussões novas, em torno de uma temática recorrente ao encontro: o antiamericanismo e a luta contra o neoliberalismo.

Meninos de rua pedindo dinheiro, homens sobre camelos e mulheres com vasos d'água na cabeça ilustraram a marcha de abertura realizada em Kibera, bairro pobre que dá nome à maior favela da capital queniana Nairóbi, com 800 mil habitantes. As estimativas dos organizadores é de mais mais de 150 mil pessoas formarão essa aldeia antiglobalização, que começou a se formar neste sábado no Centro da capital.

A cerimônia de abertura, longe do tom político que dominou a rodada de Caracas, na Venezuela, no ano passado, com a participação intensa do presidente Hugo Chávez, deu espaço aos problemas do continente - que, na avaliação dos ativistas, são comuns aos países periféricos. Representando suas regiões, ativistas enunciavam os problemas que cada uma enfrenta. A representante indiana, Nadit Acha - uma das idealizadoras do fórum em Bombaim, no ano passado, puxou coro ã insatifação contra o presidente americano George Bush. Manifestantes carregavam cartazes com o rosto dele, pedindo o fim da interferência americana nos conflitos no Oriente Médio.

O brasileiro Francisco Whitaker, um dos idealizadores do fórum desde suas edições em Porto Alegre, fez um discurso em que enumerou as expectativas dos participantes em relação ãs mudanças sociais: - Todo mundo que está aqui quer outro mundo. Todos sabem que é possível um mundo sem dominação, mas com respeito, sem concentração, com igualdade, sem guerras neoliberais, com a paz, sem corrupção, medida a dinheiro, com riqueza, medida por valores morais - disse Whitacker, no discurso para a platéia em inglês.

Mais Sobre Política - Nacional

Mariana Carvalho defende novas medidas aprovadas pelo Congresso no enfrentamento à Covid-19

Mariana Carvalho defende novas medidas aprovadas pelo Congresso no enfrentamento à Covid-19

A deputada federal Mariana Carvalho (PSDB-RO) defendeu nesta quinta-feira (2) as medidas que estão sendo aprovadas pela Câmara e pelo Senado no

Relator revisor da MP 924 - Coronavírus, Dep Lucio Mosquini destaca liberação de 5 Bilhões para enfrentamento da crise na saúde

Relator revisor da MP 924 - Coronavírus, Dep Lucio Mosquini destaca liberação de 5 Bilhões para enfrentamento da crise na saúde

O deputado federal Lucio Mosquini é o relator revisor da MP 924/2020, conhecida como MP do Enfrentamento do coronavírus. O Senador Eduardo Gomes també

Deputados federais apresentam no STF pedido de impeachment do ministro Weintraub

Deputados federais apresentam no STF pedido de impeachment do ministro Weintraub

Rede Brasil Atual - Deputados da oposição anunciaram hoje (5) que vão apresentar denúncia no Supremo Tribunal Federal (STF) contra o ministro da Edu