Porto Velho (RO) quarta-feira, 15 de agosto de 2018
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Fórum Social Mundial é realizado pela primeira vez na África


Maiá Menezes - Agência O Globo

NAIRÓBI, Quênia - Cerca de 10 mil pessoas, segundo os organizadores, fizeram uma grande caminhada neste sábado num dos maiores bairros da periferia africana para abrir o Fórum Social Mundial.

O evento, que foi criado em 2001 como contraposição ao Fórum Econômico Mundial - evento da elite econômica do mundo realizado anualmente em Davos, na Suíça - vai ser realizado pela primeira vez num país africano, o Quênia.Neste ano, o novo palco deu ao Fórum Social Mundial cores, paisagens e discussões novas, em torno de uma temática recorrente ao encontro: o antiamericanismo e a luta contra o neoliberalismo.

Meninos de rua pedindo dinheiro, homens sobre camelos e mulheres com vasos d'água na cabeça ilustraram a marcha de abertura realizada em Kibera, bairro pobre que dá nome à maior favela da capital queniana Nairóbi, com 800 mil habitantes.As estimativas dos organizadores é de mais mais de 150 mil pessoas formarão essa aldeia antiglobalização, que começou a se formar neste sábado no Centro da capital.

A cerimônia de abertura, longe do tom político que dominou a rodada de Caracas, na Venezuela, no ano passado, com a participação intensa do presidente Hugo Chávez, deu espaço aos problemas do continente - que, na avaliação dos ativistas, são comuns aos países periféricos.Representando suas regiões, ativistas enunciavam os problemas que cada uma enfrenta. A representante indiana, Nadit Acha - uma das idealizadoras do fórum em Bombaim, no ano passado, puxou coro ã insatifação contra o presidente americano George Bush. Manifestantes carregavam cartazes com o rosto dele, pedindo o fim da interferência americana nos conflitos no Oriente Médio.

O brasileiro Francisco Whitaker, um dos idealizadores do fórum desde suas edições em Porto Alegre, fez um discurso em que enumerou as expectativas dos participantes em relação ãs mudanças sociais:- Todo mundo que está aqui quer outro mundo. Todos sabem que é possível um mundo sem dominação, mas com respeito, sem concentração, com igualdade, sem guerras neoliberais, com a paz, sem corrupção, medida a dinheiro, com riqueza, medida por valores morais - disse Whitacker, no discurso para a platéia em inglês.

Mais Sobre Política - Nacional

Sonegação de R$ 26 bi do Itaú vai a julgamento. É a maior da história

Sonegação de R$ 26 bi do Itaú vai a julgamento. É a maior da história

Está revogada a decisão do Carf que havia livrado o banco de pagamento de multa de R$ 26 bilhões por sonegação de impostos; é a maior da história...

Bancários se manifestam em Brasília em defesa de bancos públicos

Bancários se manifestam em Brasília em defesa de bancos públicos

Bancários protestam contra as resoluções da Comissão Interministerial de Governança Corporativa e de Administração de Participações Societárias da Uni

Trabalhadores de todas as idades já podem sacar cotas do Pis/Pasep

Trabalhadores de todas as idades já podem sacar cotas do Pis/Pasep

Trabalhadores de todas as idades que tiverem direito a cotas dos fundos dos programas de Integração Social (PIS) e de Formação do Patrimônio do Servid

Herança de Temer continua em 'construção': 79,5 mil moradias populares são canceladas

Herança de Temer continua em 'construção': 79,5 mil moradias populares são canceladas

Em reunião ocorrida no Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG), em Brasília (DF), lideranças dos movimentos populares foram informadas q