Porto Velho (RO) segunda-feira, 23 de setembro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Fisco não pode quebrar sigilo bancário sem autorização


 

Débora Zampier
Agência Brasil

Brasília – O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu hoje (15) que a Receita Federal não pode quebrar sigilo bancário de contribuinte sem autorização judicial. A decisão altera entendimento anterior da Corte, que há menos de um mês decidiu de forma oposta. O placar da votação foi de 5 votos a 4.

Os dois julgamentos antagônicos referem-se a uma mesma ação proposta pela empresa GVA Indústria e Comércio. Em novembro, os ministros analisaram a liminar de 2003 do ministro Marco Aurélio Mello, relator do caso. Na ocasião, o placar foi de 6 a 4 em favor da União.

Hoje os ministros analisaram o mérito do caso, e o placar se inverteu por causa da ausência de Joaquim Barbosa, que está em tratamento médico, e da mudança de voto de Gilmar Mendes, que acatou argumento do relator Marco Aurélio.

No final do julgamento, a ministra Ellen Gracie, que votou a favor da União, tentou pedir vista para esperar a volta de Barbosa. Gracie afirmou que, com o pedido, queria impedir que a decisão variasse conforme a composição da Corte, mas acabou votando quando Marco Aurélio argumentou que sua liminar deveria ser mantida caso houvesse pedido de vista.

Ao proclamar o resultado, o presidente da Casa, ministro Cezar Peluso, lembrou que a decisão não prejudica o trabalho da administração pública, que pode solicitar sempre que quiser ao Judiciário a quebra de sigilo para investigar possíveis irregularidades nas contas dos contribuintes.

Mais Sobre Política - Nacional

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

 Há pelo menos seis anos, setores do governo brasileiro estudam construir quatro grandes hidrelétricas, duas delas na Região Norte, uma delas em Rondô

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

A Câmara dos Deputados aprovou na noite desta segunda-feira o PL 2438/19 de autoria da deputada Mariana Carvalho (RO) e do deputado Rafael Motta que

Justiça partidária condena PT em Curitiba e blinda PSDB em São Paulo

Justiça partidária condena PT em Curitiba e blinda PSDB em São Paulo

Implacável para condenar lideranças do PT na República de Curitiba, a Justiça brasileira não mostra o mesmo furor para investigar e julgar os tucanões

FGTS: Anúncio sobre saques fica para a próxima semana, diz Onyx

FGTS: Anúncio sobre saques fica para a próxima semana, diz Onyx

O ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, afirmou que o anúncio da liberação de saques das contas ativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviç