Porto Velho (RO) quarta-feira, 16 de janeiro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Fim da reeleição deve ser discutido na reforma política, diz Tarso


Luiza Damé - Agência O GloboBRASÍLIA - O ministro das Relações Institucionais, Tarso Genro, começou nesta segunda-feira a negociar a reforma política com a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Depois de reunião na OAB, Tarso disse que o desejo do governo é ver a reforma política aprovada no primeiro semestre do próximo ano para evitar a contaminação do debate pela eleição municipal.- Eu posso manifestar um desejo. É difícil saber o grau de consensualidade que terá no Congresso. Se ela não for feita no primeiro semestre na próxima legislatura, dificilmente será feita até as eleições municipais, porque os parlamentares começam a se preparar para as eleições municipais, e a partidarização do debate fica mais aguda. Temos que procurar criar uma hegemonia de consenso para ver se conseguimos fazer no primeiro semestre. É importante que a oposição esteja junta e seja protagonista da mesma forma. Esta não pode ser pauta do governo ou da oposição. É uma pauta republicana - disse.Tarso sugeriu que a comissão da OAB que trata da reforma política trabalhe em conjunto com o grupo do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social que debate o assunto. Segundo o ministro, entre os temas da reforma política devem constar financiamento público, votação em lista e fidelidade partidária. Ele disse ainda que, para o governo, o fim da reeleição também deve ser debatido.- No que depender do governo, o tema da reeleição pode e deve ser discutido. O presidente tem uma posição, e essa é a posição do governo, que o fim da reeleição deve ser discutido - disse Tarso, que afirmou nem se lembrar mais que a OAB havia analisado o impeachment do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.O presidente da OAB, Roberto Busatto, afirmou que a entidade ainda está discutindo a reforma política, mas os pontos prioritários são os mesmos do governo. Para ele, o fim da reeleição é um dos itens mais importantes do debate.- A reeleição de Fernando Henrique Cardoso e de Luiz Inácio Lula da Silva é fruto de um instituto mal resolvido. Não é possível que a gente não saiba quando termina o presidente e começa o candidato ou quando desaparece o candidato e aparece a figura do chefe de Estado - argumentou.

Mais Sobre Política - Nacional

Jair Bolsanaro assina decreto e  pessoas acima de 25 anos podem ter até 4 armas de fogo

Jair Bolsanaro assina decreto e pessoas acima de 25 anos podem ter até 4 armas de fogo

A partir do decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro hoje (15), no Palácio do Planalto, cidadãos brasileiros com mais de 25 anos poderão compra

O filho de Hamilton Mourão e o irmão de José Alencar: dois casos exemplares

O filho de Hamilton Mourão e o irmão de José Alencar: dois casos exemplares

São casos exemplares que demonstram comportamentos opostos dos governos

Governo de Bolsanaro vai fazer pente fino em 2 milhões de benefícios do INSS

Governo de Bolsanaro vai fazer pente fino em 2 milhões de benefícios do INSS

O governo federal vai fazer uma auditoria em 2 milhões de benefícios pagos pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que têm indícios de irregul

Jair Bolsonaro confirma revogação da adesão ao Pacto Global para Migração

Jair Bolsonaro confirma revogação da adesão ao Pacto Global para Migração

O presidente Jair Bolsonaro confirmou a revogação da adesão do Brasil ao Pacto Global para Migração Segura, Ordenada e Regular. Na sua conta no Twitte