Porto Velho (RO) quinta-feira, 21 de junho de 2018
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

FH erra citação literária em discurso contra Lula


Flávio Freire - Agência O GloboSÃO PAULO - O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso errou o nome de um personagem da literatura brasileira e o autor de sua obra durante discurso recheado de críticas ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Fernando Henrique, ao lembrar das vezes em que disputou eleição com Lula, chamou o atual presidente de "fanfarrão minerva" e associou o personagem a uma obra de Gregório de Matos.- (Lula) é o fanfarrão minerva. Lembram do Gregório de Matos? Mas tem outros aí que contam prosa, contam prosa e dizem que ganham tudo, fizeram isso, fizeram aquilo, mas é tudo cortina de fumaça - disse o ex-presidente.Na literatura, a história do fanfarrão minésio - uma alusão ao governador de Minas até o período da Inconfidência, Luís da Cunha Menezes - está na obra intitulada "Cartas chilenas", de Tomás Antônio Gonzaga.

Mais Sobre Política - Nacional

 Mariana Carvalho comemora lei que permite inclusão dos servidores de ex – territórios nos quadros da União

Mariana Carvalho comemora lei que permite inclusão dos servidores de ex – territórios nos quadros da União

Cerca de 3 mil aposentados e pensionistas, além de 800 servidores que passaram em concurso antes da mudança de território em Rondônia serão inclusos n

PML: crianças brasileiras são enjauladas nos EUA e Temer se cala

PML: crianças brasileiras são enjauladas nos EUA e Temer se cala

 TV 247- O programa Boa Noite 247 desta quarta-feira (20) destacou a absolvição da presidenta do PT, a senadora Gleisi Hoffmann, e a política de imigr

Tarifa de ônibus sobe para R$ 3,95 na cidade do Rio

A tarifa de ônibus urbano da cidade do Rio de Janeiro subiu hoje (21) de R$ 3,60 para R$ 3,95. O aumento foi autorizado na terça-feira (19) pela dese

Temer vai tirar R$1 bilhão do Fies, da Cruz Vermelha, das Apaes e das Santas Casas

Temer vai tirar R$1 bilhão do Fies, da Cruz Vermelha, das Apaes e das Santas Casas

Medida provisória prevê retirar recursos das loterias federais para o FNSP (Fundo Nacional da Segurança Pública); quem amargará o prejuízo será o Fies