Porto Velho (RO) domingo, 18 de novembro de 2018
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Fátima Cleide recebe regente da Orquestra Sinfônica Nacional


Música Brasileira no Tempo é o nome do projeto apresentado ontem pela maestrina Lígia Amagio à senadora Fátima Cleide (PT-RO), durante audiência no Senado, que tem o objetivo de levar a todas as escolas públicas brasileiras a produção musical erudita dos grandes compositores do País, com registro do contexto social em que as composições foram gravadas.

O projeto é desenvolvido pela Orquestra Sinfônica Nacional, da qual Lígia é regente titular desde 1996, pela Universidade Federal Fluminense, instituição mantenedora da orquestra e pelo Ministério da Educação(MEC). No encontro também esteve a coordenadora de produção da Orquestra Sinfônica Nacional Marianna Kutassy.  

Ao entregar à senadora Fátima o DVD "Aurora Luminosa – Música Brasileira no Alvorecer do Século XX", o primeiro de uma série de quatro que integra a coleção do projeto, a maestrina explicou tratar-se de um projeto já iniciado e que conta com o apoio do ministro da Educação, Fernando Haddad, que está dedicando esforços para destinar recursos à sua plena execução.

"O ministro está realmente encantado e apóia esta iniciativa. Queremos oferecer o acesso às crianças e jovens de um vasto repertório da musica clássica brasileira, riquíssima e pouco conhecida. Entendemos que é um mito a idéia de que a população não aprecia este gênero de música. Ela aprecia, o que falta é oportunidade de acesso", disse Lígia.

A senadora Fátima Cleide compartilha dessa avaliação. Lembrou a incursão do pianista Artur Moreira Lima em Porto Velho, com apresentação na periferia, surpreendendo alguns organizadores da Prefeitura "com grande público presente".  

O Aurora Luminosa compreende o período entre 1890 e 1905 e tem os compositores Carlos Gomes(1836-1896), Leopoldo Miguez(1850-1902), Alexandre Levy(1864-1892) e Alberto Nepomuceno(1864-1920). O título deste DVD remete à expressão criada por um jornalista para anunciar a iluminação da avenida Rio Branco, no Rio de Janeiro, em 1905, momento de modernização, tempo de transição cuidadosamente contextualizado no DVD.

Lígia Amagio, premiada internacionalmente, foi apresentada à senadora pelo advogado e assessor parlamentar Milton Córdova, que em Brasília apóia as incursões da maestrina para tratar de assuntos ligados à Orquestra Sinfônica Nacional.

Cada um dos DVDs e CDs do projeto Música Brasileira no Tempo terá edição de 40 mil exemplares. As matrizes sonoras e as imagens do projeto também estarão disponíveis no Portal Domínio Público, do MEC. 

Ela também pediu apoio da senadora para ajudar a Orquestra Sinfônica Nacional a ter um espaço próprio, com sala de ensaio para os músicos, camarim e apresentação ao público. Situada nas dependências da Universidade Federal Fluminense, a estrutura existente é precária. A Orquestra Sinfônica Nacional é a única do gênero no Brasil. Foi criada pelo presidente Juscelino Kubitschek, e músicos de alta qualidade técnica a integram. Informações sobre a Orquestra, músicos e sua regente podem ser obtidas na pagina www.uff.br/centroarte/osn.

Fonte: Mara Paraguassu

Mais Sobre Política - Nacional

 JUSTIÇA SUÍÇA APONTA R$ 43,2 MILHÕES EM FINANCIAMENTO ILEGAL DE SERRA

JUSTIÇA SUÍÇA APONTA R$ 43,2 MILHÕES EM FINANCIAMENTO ILEGAL DE SERRA

Dinheiro para financiar a campanha presidencial do PSDB

Jair Bolsonaro diz que programa Mais Médicos não será suspenso

Jair Bolsonaro diz que programa Mais Médicos não será suspenso

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, disse ontem (14) que manterá o programa Mais Médicos e vai substituir os cerca de 8.500 profissionais cubanos p

JUÍZA SUBSTITUTA DE MORO NEGA PEDIDO DE LULA PARA SER INTERROGADO DE NOVO

JUÍZA SUBSTITUTA DE MORO NEGA PEDIDO DE LULA PARA SER INTERROGADO DE NOVO

A juíza federal substituta Gabriela Hardt negou, nesta terça-feira (13), o pedido da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para que ele