Porto Velho (RO) quinta-feira, 15 de novembro de 2018
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Ex-diretor na gestão Serra também é indiciado pelo MP


Carolina Brígido - Agência O GloboBRASÍLIA - Platão Fischer, diretor do Departamento de Programas Estratégicos do Ministério da Saúde na gestão de José Serra, é um dos denunciados pelo procurador da República Gustavo Pessanha Velloso por suspeita de envolvimento com a máfia dos vampiros. Ele foi denunciado por formação quadrilha e fraude em licitação. O procurador Gustavo Pessanha disse que a máfia dos vampiros existia desde 1998, mas não há nada nas investigações que incrimine José Serra.Nesta segunda-feira, o procurador denunciou 13 pessoas supostamente envolvidas com a máfia ao juiz da 10ª Vara Federal de Brasília. Outras 20 já haviam sido denunciadas na primeira fase do das investigações. O procurador pediu ao procurador-geral da República, Antônio Fernando Souza, que decida se denuncia o ex-líder do PP José Janene (PP), que tem foro privilegiado.Outras oito pessoas continuarão sendo investigados, como o ex-ministro José Dirceu e o publicitário Duda Mendonça. Segundo o procurador, contra José Dirceu só foi encontrado um documento de lobistas com o nome dele e um percentual à frente de seu nome. Duda Mendonça é citado numa das gravações. No inquérito, a Polícia Federal indicou 42 pessoas.

Mais Sobre Política - Nacional

 JUSTIÇA SUÍÇA APONTA R$ 43,2 MILHÕES EM FINANCIAMENTO ILEGAL DE SERRA

JUSTIÇA SUÍÇA APONTA R$ 43,2 MILHÕES EM FINANCIAMENTO ILEGAL DE SERRA

Dinheiro para financiar a campanha presidencial do PSDB

Jair Bolsonaro diz que programa Mais Médicos não será suspenso

Jair Bolsonaro diz que programa Mais Médicos não será suspenso

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, disse ontem (14) que manterá o programa Mais Médicos e vai substituir os cerca de 8.500 profissionais cubanos p

JUÍZA SUBSTITUTA DE MORO NEGA PEDIDO DE LULA PARA SER INTERROGADO DE NOVO

JUÍZA SUBSTITUTA DE MORO NEGA PEDIDO DE LULA PARA SER INTERROGADO DE NOVO

A juíza federal substituta Gabriela Hardt negou, nesta terça-feira (13), o pedido da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para que ele