Porto Velho (RO) terça-feira, 13 de novembro de 2018
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Ex-chefe de gabinete confirma assinatura e diz que Suassuna sabia das reproduções


Agência O GloboRIO - O corregedor do Senado, senador Romeu Tuma (PFL-SP) disse nesta terça-feira que a ex-chefe do gabinete do senador Ney Suassuna (PMDB-PB) confirmou em depoimento à Corregedoria ter assinado um ofício em nome do parlamentar. Mônica Teixeira disse que reproduziu a assinatura de Suassuna ainda em outros documentos e que ele sabia de tudo.- Ela mostrou muita amargura pelo que o senador falou que ela tem falsificado sua assinatura e pediu que fosse feito um laudo pericial por um perito contratado. Ela argumentou que não precisava tê-la colocado sob suspeita perante a família e a imprensa se ela assinava e, segundo ela, o Marcelo (Carvalho, ex-assessor de Suassuna) transmitia a ordem do senador. Deixou de existir a falsificação quando ela diz que assinou a pedido dele pelo Marcelo e reconheceu a assinatura.O corregedor do Senado entregou ao Conselho de Ética o depoimento de Mônica e de outros assessores de Suassuna. Também foram encaminhados outros documentos da investigação sobre a máfia dos sanguessugas.

Mais Sobre Política - Nacional

JUÍZA SUBSTITUTA DE MORO NEGA PEDIDO DE LULA PARA SER INTERROGADO DE NOVO

JUÍZA SUBSTITUTA DE MORO NEGA PEDIDO DE LULA PARA SER INTERROGADO DE NOVO

A juíza federal substituta Gabriela Hardt negou, nesta terça-feira (13), o pedido da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para que ele

Bolsonaro anuncia o general Fernando Azevedo e Silva para a Defesa

Bolsonaro anuncia o general Fernando Azevedo e Silva para a Defesa

A pasta seria ocupada inicialmente pelo general Augusto Heleno

Projeto de Mariana Carvalho isenta motorista de novos exames dentro da validade da CNH

Projeto de Mariana Carvalho isenta motorista de novos exames dentro da validade da CNH

O exame tem validade de cinco anos para condutores com menos de 65 anos.

Haddad, Ciro, Boulos e os rumos dos progressistas

Haddad, Ciro, Boulos e os rumos dos progressistas

Haddad, Ciro e Boulos precisam decidir se querem dar um passo em frente ou dois passos atrás.