Porto Velho (RO) quarta-feira, 14 de novembro de 2018
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Ética e escândalos de corrupção marcam primeiro debate entre Lula e Alckmin


Agência O GloboRIO - Os escândalos de corrupção do governo Lula e a discussão sobre ética nas administrações de petistas e tucanos foram os assuntos predominantes no primeiro debate do segundo turno entre o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e o candidato do PSDB, Geraldo Alckmin. O encontro deste domingo foi no estúdio da TV Bandeirantes, em São Paulo. Com as propostas para governar o país como coadjuvante no cenário, Lula e Alckmin cobraram explicações sobre irregularidades nos governos federal e de São Paulo.A compra de um dossiê contra candidatos tucanos e a descoberta das máfias dos sanguessugas e dos vampiros foram lembradas no primeiro bloco. Alckmin perguntou sobre a origem do dinheiro do dossiê. Lula lembrou que os problemas de corrupção começaram no governo do seu antecessor, o tucano Fernando Henrique Cardoso, e citou CPIs engavetadas no governo de São Paulo.- De onde veio o dinheiro sujo, R$ 1,7 milhão em dinheiro vivo, para comprar esse dossiê fajuto? - questionou o tucano.- O governador deve olhar na cara do povo brasileiro e dizer a verdade. Foram 69 CPIs engavetadas. Quem não deve não teme. E eu não tenho medo de apurar a verdade - rebateu Lula.O segundo bloco foi marcado pela comparação entre realizações e casos de corrupção no governo Lula e nas administrações dos tucanos.Alckmin começou no ataque, dizendo que "nunca antes o Brasil teve cinco ministros denunciados pelo procurador da República ou pela polícia por corrupção". Ele citou José Dirceu, Luiz Gushiken, Humberto Costa, Antonio Palocci e Anderson Adauto.Lula, por sua vez, respondeu que "antigamente o que se fazia era levantar o tapete e jogar toda a sujeira embaixo".No terceiro bloco, Alckmin atacou a política externa do governo e criticou a postura do presidente na crise do gás com a Bolívia. Lula reagiu comparando o ex-governador ao presidente dos Estados Unidos, George W. Bush:- Se o Bush tivesse bom senso, como eu tenho, não teria havido a guerra do Iraque. Ele foi avisado e poderia ter ouvido o conselho do Brasil, da França, da Alemanha, mas não seguiu porque pensava que nem você, Alckmin, e fez uma barbárie dessas.Alckmin rebateu, referindo-se ao episódio com a Bolívia:- Por trás desse palavrório todo, há um presidente fraco.O aerolula, avião comprado pelo governo para as viagens do presidente, dominou o quarto bloco. Alckmin prometeu:- Vou vender o Aerolula e construir cinco hospitais com o dinheiro.O presidente disse que tratava-se de uma sandice do adversário e afirmou que o tucano não vendeu aviões quando foi governador de São Paulo.As privatizações e propostas para a educação foram os temas do bloco de encerramento do debate. Alckmin perguntou a Lula onde, no programa dele, estava escrito que ele privatizaria a Petrobras, a Caixa Econômica Federal, os Correios e o Banco do Brasil.- O dossiê não deu certo e começou a boataria. Eles dizem que vou privatizar. Meu programa está aqui, tem 216 páginas, 32 capítulos, onde está escrito que vou privatizar? - questionou.Lula, por sua vez, cobrou a ausência do estado de São Paulo no Prova Brasil, avaliação feita pelo governo federal das escolas de ensino fundamental.- São Paulo foi o oitavo colocado no Enem e não aceitou participar da Prova Brasil. Afinal, qual é a sua proposta para a educação?Considerações finaisEm seguida, os dois candidatos fizeram a despedida. Lula agradeceu ao povo brasileiro e falou da necessidade de investir em desenvolvimento e se criar mais empregos.- O emprego é que dá dignidade ao ser humano - afirmou.Em sua fala final, Alckmin disse que seu primeiro compromisso no governo será com o desenvolvimento.- O PT já teve sua chance e não fez. Meu primeiro compromisso é emprego e renda. Esse é o caminho para diminuir a desigualdade e acabar com a pobreza.Segundo a assessoria da TV Bandeirantes, a audiência média do debate, apurada pelo Ibope, ficou em 14,2 pontos, com pico de 20. Durante o programa, a emissora chegou a ocupar o segundo lugar.

Mais Sobre Política - Nacional

JUÍZA SUBSTITUTA DE MORO NEGA PEDIDO DE LULA PARA SER INTERROGADO DE NOVO

JUÍZA SUBSTITUTA DE MORO NEGA PEDIDO DE LULA PARA SER INTERROGADO DE NOVO

A juíza federal substituta Gabriela Hardt negou, nesta terça-feira (13), o pedido da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para que ele

Bolsonaro anuncia o general Fernando Azevedo e Silva para a Defesa

Bolsonaro anuncia o general Fernando Azevedo e Silva para a Defesa

A pasta seria ocupada inicialmente pelo general Augusto Heleno

Projeto de Mariana Carvalho isenta motorista de novos exames dentro da validade da CNH

Projeto de Mariana Carvalho isenta motorista de novos exames dentro da validade da CNH

O exame tem validade de cinco anos para condutores com menos de 65 anos.