Porto Velho (RO) sexta-feira, 18 de outubro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Erradicação do analfabetismo no Brasil ficará para o ano de 2010


Vitor Abdala
Agência Brasil

O coordenador de Alfabetização do Ministério da Educação, Tancredo Maia, disse que o governo reviu a meta de erradicar o analfabetismo do país em 2007. “A meta de ensinar todos os brasileiros acima dos 15 anos de idade a ler e a escrever ficou apenas para 2010, como determina o Plano Nacional de Educação”, afirmou.

No período de 2003 a 2005, o MEC alfabetizou, através do Programa Brasil Alfabetizado,  5,3 milhões de jovens e adultos. Em 2006, a meta é alfabetizar mais dois milhões. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em 2004 existiam no Brasil 15,1 milhões de analfabetos acima dos 15 anos.

De acordo com Maia, “fazendo um cálculo simplificado entre os números do IBGE e do MEC e excluindo-se iniciativas isoladas de governos locais e da sociedade civil, encontramos ainda um universo de cerca de nove milhões de analfabetos acima dos 15 anos de idade”.

Segundo Maia, a meta do Brasil Alfabetizado teve de ser revista no decorrer dos quatro anos do governo Lula. “Esse programa é um esforço da sociedade. Não é um programa que se resolva exclusivamente com uma determinação do governo federal. Ele tem o envolvimento de toda a sociedade nessa mobilização. E alcançar essa meta depende da conjunção desses esforços. Eu acho que essa meta era inicialmente difícil para a sociedade e que teve que se adequar às possibilidades orçamentárias e de mobilização”, disse Maia.

Segundo ele, a capacidade de mobilização da sociedade contra o analfabetismo é limitada no país. Mesmo com um orçamento maior, o número de pessoas atendidas pelo programa não poderia ser aumentado. “A gente pode imaginar uma mobilização de dois milhões de pessoas ao mesmo tempo, mas não de dez milhões. Não tenho expectativa de que, com muito mais dinheiro e muito mais parceiros, a gente chegaria a muito mais gente. Há rincões de difícil acesso, como na zona rural”, afirmou o coordenador.
 

Mais Sobre Política - Nacional

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

O senador Marcos Rogério (DEM-RO) pediu nesta segunda-feira (14/10) cautela aos participantes do Sínodo da Amazônia, realizado no Vaticano. Para o p

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

O senador Marcos Rogério (DEM-RO) pediu nesta segunda-feira (14/10) cautela aos participantes do Sínodo da Amazônia, realizado no Vaticano. Para o p

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

 Há pelo menos seis anos, setores do governo brasileiro estudam construir quatro grandes hidrelétricas, duas delas na Região Norte, uma delas em Rondô

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

A Câmara dos Deputados aprovou na noite desta segunda-feira o PL 2438/19 de autoria da deputada Mariana Carvalho (RO) e do deputado Rafael Motta que