Porto Velho (RO) quarta-feira, 19 de setembro de 2018
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Envolvidos em escândalos podem ter anistia


Evandro Éboli - Agência O GloboBRASÍLIA - Sem fazer barulho, a Mesa da Câmara dos Deputados fechou um acordo, no último dia 29, que abre caminho para anistiar parlamentares envolvidos nos escândalos do mensalão e dos sanguessugas que ainda não tiveram seus casos julgados pelo plenário. A Mesa alterou um projeto de resolução e incluiu um parágrafo que impede a investigação e a reabertura, na próxima legislatura, de processos por quebra de decoro parlamentar, a não ser que apareça algum "fato novo". Não valem as atuais acusações.Atualmente, para se reabrir um caso em outra legislatura, basta uma decisão do presidente da Câmara ou a reapresentação da denúncia por algum partido político. A nova proposta ainda precisa ser aprovada pelo plenário da Câmara, mas, se entrar em pauta, deverá ser aprovada com facilidade. É que o líder do PL, Luciano Castro (RR), apresentou requerimento de urgência urgentíssima, já com o apoio de outros cinco partidos: PT, PMDB, PCdoB, PP e PSC.

Mais Sobre Política - Nacional

Gilmar Mendes manda soltar Beto Richa

Gilmar Mendes manda soltar Beto Richa

O ministro Gilmar Mendes, do STF (Supremo Tribunal Federal), concedeu habeas corpus para soltar o ex-governador Beto Richa, preso após suspeita de lid

Sebrae questiona no STF a MP que cria a Abram

Sebrae questiona no STF a MP que cria a Abram

Com apoio da OAB, instituição se manifesta contra retirada de recursos dos pequenos negócios

No meio da crise, despesa com o Judiciário aumenta em R$ 8,1 bilhões

No meio da crise, despesa com o Judiciário aumenta em R$ 8,1 bilhões

O gasto de todo o Poder Judiciário com folha de pagamento cresceu 11% (ou R$ 8,1 bilhões); no mesmo período, a economia do país retraiu 5,6%...

Toffoli diz que Moro tentou burlar STF e suspende ação contra Guido Mantega

Toffoli diz que Moro tentou burlar STF e suspende ação contra Guido Mantega

Ministro que assumiu nesta quinta-feira a presidência do STF também estendeu a suspensão ao casal de marqueteiros João Santana e Mônica Moura, também