Porto Velho (RO) quinta-feira, 18 de abril de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Em Belém, Lula diz que os tucanos são predadores


Maria Lima - Agência O GloboBELÉM - Em comício na manhã deste domingo na capital paraense, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, candidato do PT à reeleição, dividiu palanque com políticos polêmicos do estado que enfrentam problemas na Justiça ou foram denunciados por envolvimento em escândalos de desvio de recursos públicos. O deputado Jader Barbalho (PMDB-PA), acusado de ter desviado recursos da Sudam, e o ex-deputado petista Paulo Rocha, acusado de envolvimento no escândalo do mensalão, foram homenageados por Lula. O presidente reuniu ainda no mesmo palanque, dois candidatos ao governo do estado - Ana Júlia Carepa (PT) e José Priante (PMDB) - que tentam levar para o segundo turno a eleição que tem como favorito o tucano Almir Gabriel, ex-governador.- O que está acontecendo aqui não é um simples comício, é uma aula de pós-graduação de sociologia política, é uma coisa nova. O que estamos fazendo aqui, juntando dois candidatos que vão disputar uma vaga de segundo turno não é velho, é uma coisa muito nova. Tanto o PMDB quanto o PT entenderam que é chegada a hora de a gente parar de brigar entre nós e saber quem é o adversário principal que nós precisamos derrotar. Não adianta o PCdoB e o PT ficarem de um lado e eles ficarem, o PFL, o PSDB, e outras forças de direita, conservadoras, reunidos do outro lado vendo a gente brigar. Podemos até ter os defeitos que eles querem, mas nossos defeitos certamente são menores do que os defeitos que eles têm - disse Lula em discurso, provocando os adversários do PSDB:- Eu não sou especialista em tucanos. Mas lá na Granja do Torto, onde eu moro, tem um pequeno parque. Lá, de vez em quando um pequeno grupo de tucanos sai do Parque Nacional e pára na Granja do Torto. Sabe para quê? Aquela coisa bonita, porque são bonitos os tucanos. Têm um bico maravilhoso. Mas eles param lá para comer os ovos e os filhotes dos passarinhos nos ninhos. Eles param lá porque são predadores, apesar daquela beleza. E o que fizeram ao Brasil foi exatamente isso. É só vocês olharem o que fizeram em oito anos neste estado e no Brasil. Analisem o resultado, qual foi o tratamento que a população pobre teve. Eles se contentaram em governar o Brasil para 35 milhões.Durante o discurso, o presidente acusou ainda o PSDB de mentir para o povo:- E quando aparecem na TV tagarelando, batendo o bico, o povo diz: peraí: Mentir uma vez tá certo, mentir duas vezes tá certo, mas mentir uma terceira vez nós não vamos acreditar mais. Nós aprendemos a andar com as nossas próprias pernas, a pensar com nosso própria cabeça, a enxergar com nossos próprios olhos. Se querem conquistar o povo, digam a verdade.Ainda em Belém, o presidente-candidato teve encontro com prefeitos da região. Lula já retornou a Brasília.

Mais Sobre Política - Nacional

Decreto de Jair Bolsonaro extingue centenas de canais de participação social em políticas públicas

Decreto de Jair Bolsonaro extingue centenas de canais de participação social em políticas públicas

No pacote divulgado ontem (11) para marcar os 100 dias de governo, o presidente Jair Bolsonaro assinou o Decreto 9.759, que pretende diminuir de 700 p

Senador Confúcio Moura faz intervenção e ministro da Saúde manterá tratamento de saúde especial aos indígenas

Senador Confúcio Moura faz intervenção e ministro da Saúde manterá tratamento de saúde especial aos indígenas

Diversas lideranças indígenas procuraram os vereadores Joveci do Pacarana (PSDB) e Adão Salvatico (PRB), em Espigão do Oeste, para tentar impedir a ex

Violência Doméstica contra mulher pode implicar em indenização

Violência Doméstica contra mulher pode implicar em indenização

Mulheres vítimas de violência doméstica estão mais perto de conquistar direito à indenização por danos morais. Pelo texto do Projeto de Lei 1380/19, q

O presidente Jair Bolsonaro admite: Pressão derrota Capitalização na Previdência

O presidente Jair Bolsonaro admite: Pressão derrota Capitalização na Previdência

O presidente Jair Bolsonaro afirmou que o regime de capitalização, um dos pilares da proposta de reforma da Previdência idealizada pelo ministro da Ec