Porto Velho (RO) segunda-feira, 14 de outubro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Eleitores que não votaram correm risco de ter título cancelado


Agência O GloboRIO - Os eleitores que não votaram nem justificaram a ausência nas últimas três eleições correm o risco de ter o título cancelado a partir da próxima semana. Para ficar em dia com a Justiça Eleitoral, o eleitor deve comparecer ao cartório eleitoral até o dia 26 de abril.São Paulo aparece como o estado com o maior número de eleitores em débito com a Justiça Eleitoral. Em seguida, vem Minas Gerais, onde cerca de 200 mil pessoas que não votaram nem se justificaram nas últimas três eleições.Segundo o Tribunal Superior Eleitoral, a maioria - cerca de 95% - deixou a regularização para a última hora. O eleitor que deixa de votar e não justifica a ausência paga multa de R$ 3,50 por cada turno. Além disso, ainda recebe outras penalidades.- Não tira passaporte, não abre conta em banco, não pode fazer um empréstimo e não vai conseguir se matricular em universidade federal - alerta a chefe do serviço de atendimento ao eleitor do Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG), Helenita Nunes.O cancelamento não vale para o voto facultativo. É o caso de analfabetos, eleitores entre 16 e 18 anos e os maiores de 70 anos. Quem mora no exterior deve encaminhar a justificativa com comprovantes ao cartório eleitoral de sua cidade no Brasil.

Mais Sobre Política - Nacional

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

 Há pelo menos seis anos, setores do governo brasileiro estudam construir quatro grandes hidrelétricas, duas delas na Região Norte, uma delas em Rondô

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

A Câmara dos Deputados aprovou na noite desta segunda-feira o PL 2438/19 de autoria da deputada Mariana Carvalho (RO) e do deputado Rafael Motta que

Justiça partidária condena PT em Curitiba e blinda PSDB em São Paulo

Justiça partidária condena PT em Curitiba e blinda PSDB em São Paulo

Implacável para condenar lideranças do PT na República de Curitiba, a Justiça brasileira não mostra o mesmo furor para investigar e julgar os tucanões

FGTS: Anúncio sobre saques fica para a próxima semana, diz Onyx

FGTS: Anúncio sobre saques fica para a próxima semana, diz Onyx

O ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, afirmou que o anúncio da liberação de saques das contas ativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviç