Domingo, 19 de maio de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Discurso de posse do segundo mandato deve ter menos brilho que o de 2003


Maria Lima - Agência O Globo BRASILIA - Não é só a chuva que tira o brilho da posse do presidente Luiz Inácio Lula da Silva para seu segundo mandato. Sem o clima de lua de mel com a população que marcou a primeira posse, o discurso de hoje no Congresso deve fugir de temas como o combate à corrupção, reformas e mudanças do modelo econômico. No discurso de quatro anos atrás, Lula usou a palavra mudança 12 vezes, no sentindo de que era a palavra chave para marcar o início de uma nova era na administração do Brasil. "Mudança: esta é a palavra chave, esta foi a grande mensagem da sociedade brasileira nas eleições de outubro. A esperança, finalmente, venceu o medo e a sociedade brasileira decidiu que estava na hora de trilhar novos caminhos", disse Lula em 2003. A sua obsessão no primeiro mandato, prometeu, seria a geração de empregos, além da retomada do crescimento e do combate à fome através das reformas tributária, da Previdência, trabalhista, reforma política, e reforma agrária. Nenhuma dessas reformas saiu do papel. Depois da reeleição, Lula tem falado muito em reforma política, mas não tem sido enfático em relação às demais. O combate à corrupção foi outro tema central do primeiro discurso. Lula prometeu que o combate à corrupção e a defesa da ética no trato da coisa pública seriam objetivos centrais e permanentes de seu governo. O que se viu meses depois foi a desmontagem de um dos maiores esquemas de corrupção implantados no país, envolvendo órgãos da administração como os Correios, Caixa Econômica e Banco do Brasil. O Brasil ficou conhecendo o valerioduto e o mensalão. "É preciso enfrentar com determinação e derrotar a verdadeira cultura da impunidade que prevalece em certos setores da vida pública. Não permitiremos que a corrupção, a sonegação e o desperdicio continuem privando a população de recursos que são seus e que tanto poderiam ajudar na sua dura luta pela sobreviviência", prometeu Lula há quatro anos.

Gente de OpiniãoDomingo, 19 de maio de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

STF tem maioria para determinar recálculo de cadeiras na Câmara dos Deputados

STF tem maioria para determinar recálculo de cadeiras na Câmara dos Deputados

O Supremo Tribunal Federal (STF) formou nesta sexta-feira (25) maioria de votos para determinar que a Câmara dos Deputados faça a redistribuição do

Governo Federal se compromete a incluir plano de carreira da ANM na LOA 2024

Governo Federal se compromete a incluir plano de carreira da ANM na LOA 2024

O Sindicato Nacional dos Servidores das Agências Nacionais de Regulação (SInagências) conseguiu uma solução direta do governo após intensa articulaç

Deputado estadual Pedro Fernandes será o relator da CPI das Reservas em Rondônia

Deputado estadual Pedro Fernandes será o relator da CPI das Reservas em Rondônia

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) das Reservas foi instaurada em Rondônia para investigar possíveis irregularidades nos processos de criação

Ministro Paulo Pimenta trata sobre parceria entre Rede IFES de Comunicação Pública, Educativa e de Divulgação científica com a EBC e o Governo Federal

Ministro Paulo Pimenta trata sobre parceria entre Rede IFES de Comunicação Pública, Educativa e de Divulgação científica com a EBC e o Governo Federal

Na tarde dessa segunda-feira (06), o ministro-chefe da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República (SECOM), Paulo Pimenta, esteve r

Gente de Opinião Domingo, 19 de maio de 2024 | Porto Velho (RO)