Porto Velho (RO) terça-feira, 22 de outubro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Dinheiro do ProUni deveria ir para faculdades públicas, defende presidente do Andes


Agência O GloboBRASÍLIA - O presidente do Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior (Andes), Paulo Rizzo, defendeu neste sábado, em entrevista à Agência Brasil, que o governo federal deveria fortalecer a rede pública de ensino superior em vez de promover o acesso da população às universidades privadas.- Hoje, em torno de 50% da oferta de vagas das instituições privadas não são preenchidas, então este setor recorre ao Estado solicitando medidas para garantir o seu mercado. Aconteceu com o ProUni (Programa Universidade Para Todos), e está ocorrendo com o Fies (Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior). É uma intervenção do Estado para resolver um problema do setor privado. Basta ler o projeto de lei da reforma da educação superior que se vê o aumento das facilidades para o setor privado - afirmou.O ProUni concede bolsas parciais ou integrais em instituições de ensino superior privadas a estudantes de baixa renda. O Fies é um programa que financia 50% do valor das mensalidades de estudantes matriculados em instituições privadas.Estudantes poderão aderir ao Fies com juro zero O governo anunciou esta semana que estudantes dos cursos de licenciatura, pedagogia, normal superior e de tecnologia vão poder aderir ao Fies com juro real zero, pagando apenas o preço da mensalidade corrigido pela inflação. Os juros dos demais alunos serão reduzidos de 9% para 6,5% ao ano.- Os estudantes têm um ganho significativo com isso, mas talvez pudessem estar em instituições públicas - disse Rizzo. O presidente da Andes alertou que é preciso cuidado na avaliação para a criação de novas instituições de ensino superior públicas.- Criar novos cursos, novas universidades, é uma coisa rápida. Agora, temos que acompanhar o crescimento delas. A partir do segundo semestre, um curso começa a exigir cada vez mais profissionais. Se, desde o início, a instituição não estiver preparada para crescer, vai ser uma bolha, que vai explodir lá na frente - avaliou.MEC rebate críticasEm nota, o Ministério da Educação rebateu as críticas do presidente da Andes. Segundo o MEC, "a preocupação com a contratação de professores para as novas instituições de ensino superior é constante" e "novos cargos poderão ser criados tão logo seja constatada a demanda".Sobre o ProUni, o ministério afirmou que o programa distribuiu mais de 200 mil bolsas para estudantes da rede particular e que não tem como objetivo "socorrer instituições em dificuldades financeiras".

Mais Sobre Política - Nacional

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

O senador Marcos Rogério (DEM-RO) pediu nesta segunda-feira (14/10) cautela aos participantes do Sínodo da Amazônia, realizado no Vaticano. Para o p

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

O senador Marcos Rogério (DEM-RO) pediu nesta segunda-feira (14/10) cautela aos participantes do Sínodo da Amazônia, realizado no Vaticano. Para o p

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

 Há pelo menos seis anos, setores do governo brasileiro estudam construir quatro grandes hidrelétricas, duas delas na Região Norte, uma delas em Rondô

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

A Câmara dos Deputados aprovou na noite desta segunda-feira o PL 2438/19 de autoria da deputada Mariana Carvalho (RO) e do deputado Rafael Motta que