Porto Velho (RO) segunda-feira, 30 de novembro de 2020
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Dinheiro do ProUni deveria ir para faculdades públicas, defende presidente do Andes


Agência O Globo BRASÍLIA - O presidente do Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior (Andes), Paulo Rizzo, defendeu neste sábado, em entrevista à Agência Brasil, que o governo federal deveria fortalecer a rede pública de ensino superior em vez de promover o acesso da população às universidades privadas. - Hoje, em torno de 50% da oferta de vagas das instituições privadas não são preenchidas, então este setor recorre ao Estado solicitando medidas para garantir o seu mercado. Aconteceu com o ProUni (Programa Universidade Para Todos), e está ocorrendo com o Fies (Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior). É uma intervenção do Estado para resolver um problema do setor privado. Basta ler o projeto de lei da reforma da educação superior que se vê o aumento das facilidades para o setor privado - afirmou. O ProUni concede bolsas parciais ou integrais em instituições de ensino superior privadas a estudantes de baixa renda. O Fies é um programa que financia 50% do valor das mensalidades de estudantes matriculados em instituições privadas. Estudantes poderão aderir ao Fies com juro zero O governo anunciou esta semana que estudantes dos cursos de licenciatura, pedagogia, normal superior e de tecnologia vão poder aderir ao Fies com juro real zero, pagando apenas o preço da mensalidade corrigido pela inflação. Os juros dos demais alunos serão reduzidos de 9% para 6,5% ao ano. - Os estudantes têm um ganho significativo com isso, mas talvez pudessem estar em instituições públicas - disse Rizzo. O presidente da Andes alertou que é preciso cuidado na avaliação para a criação de novas instituições de ensino superior públicas. - Criar novos cursos, novas universidades, é uma coisa rápida. Agora, temos que acompanhar o crescimento delas. A partir do segundo semestre, um curso começa a exigir cada vez mais profissionais. Se, desde o início, a instituição não estiver preparada para crescer, vai ser uma bolha, que vai explodir lá na frente - avaliou. MEC rebate críticas Em nota, o Ministério da Educação rebateu as críticas do presidente da Andes. Segundo o MEC, "a preocupação com a contratação de professores para as novas instituições de ensino superior é constante" e "novos cargos poderão ser criados tão logo seja constatada a demanda". Sobre o ProUni, o ministério afirmou que o programa distribuiu mais de 200 mil bolsas para estudantes da rede particular e que não tem como objetivo "socorrer instituições em dificuldades financeiras".

Mais Sobre Política - Nacional

Mariana Carvalho defende novas medidas aprovadas pelo Congresso no enfrentamento à Covid-19

Mariana Carvalho defende novas medidas aprovadas pelo Congresso no enfrentamento à Covid-19

A deputada federal Mariana Carvalho (PSDB-RO) defendeu nesta quinta-feira (2) as medidas que estão sendo aprovadas pela Câmara e pelo Senado no

Relator revisor da MP 924 - Coronavírus, Dep Lucio Mosquini destaca liberação de 5 Bilhões para enfrentamento da crise na saúde

Relator revisor da MP 924 - Coronavírus, Dep Lucio Mosquini destaca liberação de 5 Bilhões para enfrentamento da crise na saúde

O deputado federal Lucio Mosquini é o relator revisor da MP 924/2020, conhecida como MP do Enfrentamento do coronavírus. O Senador Eduardo Gomes també

Deputados federais apresentam no STF pedido de impeachment do ministro Weintraub

Deputados federais apresentam no STF pedido de impeachment do ministro Weintraub

Rede Brasil Atual - Deputados da oposição anunciaram hoje (5) que vão apresentar denúncia no Supremo Tribunal Federal (STF) contra o ministro da Edu