Porto Velho (RO) domingo, 22 de setembro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

DESMATAMENTO: Briga entre Minc e Maggi faz Inpe adiar dados



A briga entre novo ministro do meio ambiente e governador do Mato Grosso fez Inpe adiar divulgação de dados sobre desmatamento na Amazônia. Carlos Minc havia dito que o instituto mostraria ontem um aumento de 60% na devastação da floresta naquele estado. Blairo Maggi reagiu, dizendo que não confiava no Inpe e que iria bancar um estudo próprio para mostrar que o desmatamento no estado diminuiu. No meio do tiroteio, o diretor do instituto, Gilberto Câmara, suspendeu o anúncio dos dados, alegando risco de uso político das informações. O Inpe só vai liberar os números depois que Minc resolver com o ministro da Ciência e Tecnologia, Sérgio Rezende, a quem o órgão será subordinado. Os dados da Amazônia, registrados pelo Sistema de Detecção de Desmatamento em Tempo Real, já estão prontos.

Fonte: Jovem Pam

Mais Sobre Política - Nacional

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

 Há pelo menos seis anos, setores do governo brasileiro estudam construir quatro grandes hidrelétricas, duas delas na Região Norte, uma delas em Rondô

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

A Câmara dos Deputados aprovou na noite desta segunda-feira o PL 2438/19 de autoria da deputada Mariana Carvalho (RO) e do deputado Rafael Motta que

Justiça partidária condena PT em Curitiba e blinda PSDB em São Paulo

Justiça partidária condena PT em Curitiba e blinda PSDB em São Paulo

Implacável para condenar lideranças do PT na República de Curitiba, a Justiça brasileira não mostra o mesmo furor para investigar e julgar os tucanões

FGTS: Anúncio sobre saques fica para a próxima semana, diz Onyx

FGTS: Anúncio sobre saques fica para a próxima semana, diz Onyx

O ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, afirmou que o anúncio da liberação de saques das contas ativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviç