Porto Velho (RO) terça-feira, 15 de outubro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Delegado está convencido da culpa dos pilotos do Legacy no acidente


Anselmo Carvalho Pinto - Agência O GloboCUIABÁ - O delegado federal Renato Sayão, que investiga as causas do acidente com o avião da Gol em setembro do ano passado, não tem mais dúvidas de que os pilotos do jato Legacy, Joseph Lepore e Jan Paul Paladino, são os maiores culpados pela tragédia. A aeronave que pilotavam se chocou em pleno ar com o Boeing 737-800 a 37 mil pés de altitude, deixando 154 mortos. Nesta sexta-feira, a Justiça Federal de Sinop prorrogou o inquérito por mais 60 dias, a pedido da Polícia Federal.O delegado, no entanto, ainda tenta entender como ocorreu o desligamento do transponder e do TCAS do jatinho. O primeiro é o aparelho de comunicação eletrônica responsável pela emissão de dados do avião. O TCAS é o sistema anti-colisão.- Ainda precisamos saber detalhes sobre a operação destes equipamentos - disse Sayão.Em dois quesitos que enviou à perícia do Instituto Nacional de Criminalística, Sayão pede resposta para uma dúvida que considera essencial: se os comandos que acionam os dois equipamentos são semelhantes entre si ou se estão próximos das teclas de operação do rádio ou outro aparelho de manuseio freqüente durante o vôo de cruzeiro. Em outro quesito, pergunta qual a seqüência de ações necessárias para o desligamento do transponder e do TCAS. Ele tem dúvidas sobre a ordem necessária de comandos que permite desativar os equipamentos.- Com essas respostas, poderemos ter a certeza se o desligamento foi voluntário ou involuntário - afirmou o delegado. Delegado diz que nenhum controlador será indiciadoA informação pouco poderá acrescentar ao inquérito, uma vez que Lepore e Paladino já estão indiciados no crime de expor a risco embarcação ou aeronave culposamente. Mas poderá ser um agravante no cálculo de uma eventual pena. O delegado garante que não vai mais indiciá-los por qualquer outro crime.Neste período que ainda resta de investigação, Sayão espera apenas o resultado das perícias nos materiais requisitados junto ao Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), ao Departamento de Controle do Espaço Aéreo (Decea) e à Embraer, fabricante do Legacy. Do primeiro, a perícia vai avaliar o conteúdo completo das caixas-pretas dos dois aviões.Para o Decea, o pedido incluiu mais imagens das telas dos radares da torre em Brasília e Manaus. À Embraer, foram requisitadas informações sobre o funcionamento dos aparelhos do Legacy.Tão logo receba o resultado das perícias, o delegado fará o relatório final do inquérito, no qual os únicos incriminados serão os pilotos. Sayão entende que, mesmo sendo detectada alguma conduta inadequada da torre de controle de Brasília, nenhum controlador será indiciado. - Meu entendimento é que compete à Aeronáutica investigar eventuais crimes militares - afirmou.No caso de suspeita de culpa dos controladores de Brasília, a PF vai requisitar ao Ministério Público Federal que remeta o inquérito ao Ministério Público Militar recomendando a abertura de uma nova investigação. Os controladores de São José dos Campos e Manaus, que também mantiveram contato com os dois aviões, não tiveram qualquer responsabilidade no acidente.

Mais Sobre Política - Nacional

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

O senador Marcos Rogério (DEM-RO) pediu nesta segunda-feira (14/10) cautela aos participantes do Sínodo da Amazônia, realizado no Vaticano. Para o p

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

O senador Marcos Rogério (DEM-RO) pediu nesta segunda-feira (14/10) cautela aos participantes do Sínodo da Amazônia, realizado no Vaticano. Para o p

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

 Há pelo menos seis anos, setores do governo brasileiro estudam construir quatro grandes hidrelétricas, duas delas na Região Norte, uma delas em Rondô

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

A Câmara dos Deputados aprovou na noite desta segunda-feira o PL 2438/19 de autoria da deputada Mariana Carvalho (RO) e do deputado Rafael Motta que