Porto Velho (RO) sábado, 7 de dezembro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Defesa reconhece fragilidade de fronteira no Norte



Agência Brasil


O assessor militar do Departamento de Política e Estratégia do Ministério da Defesa, coronel Gustavo de Souza Abreu, reconheceu há pouco que a fronteira do Norte do Brasil é vulnerável ao tráfico de drogas. Abreu, que participa de audiência na Comissão da Amazônia sobre os problemas de vigilância e defesa da região, explicou que as Forças Armadas atuam em cooperação com outros órgãos para combater esses crimes, pois a atividade de polícia não é atribuição do Exército, da Marinha nem da Aeronáutica.

Gustavo Abreu também reconheceu a possibilidade de "transbordamento" da narcoguerrilha colombiana para o Brasil. Mesmo assim, segundo ele, as Forças Armadas tranqüilas, pois o Brasil leva vantagem nas operações militares. "Podemos não ter fuzis modernos, mas nosso homem é extremamente bem preparado", afirmou.

Por outro lado, o coronel descartou a existência de inimigos externos que representem ameaça para o Brasil. A hipótese, para ele, é pouco provável, em razão das boas relações do País com as nações vizinhas.

Ele alertou ainda para as propostas em tramitação no Congresso que prevêem a redução da faixa de fronteira no País, que hoje é de 150 quilômetros. Segundo ele, ao reduzir a faixa, reduz-se também a área de atuação do Exército.

Queimadas

No que diz respeito ao controle de queimadas e ao desmatamento ilegal, o coronel Gustavo Abreu disse que as Forças Armadas têm uma atribuição subsidiária. Elas atuam quando é possível ou quando há recursos, em razão de essa não ser a atribuição principal dos órgãos militares. Ele destacou, porém, que as Forças Armadas estão inseridas no programa de prevenção e controle do desmatamento na Amazônia do governo federal.

Mais Sobre Política - Nacional

Jaqueline Cassol cobra votação da MP que garante Revalida

Jaqueline Cassol cobra votação da MP que garante Revalida

A deputada federal Jaqueline Cassol (PP-RO) cobrou do presidente Rodrigo Maia (DEM-RJ) a votação, antes que encerre o prazo, da Medida Provisórias cri

Supremo Tribunal Federal mantém decisão que proíbe gestantes em atividade insalubre

Supremo Tribunal Federal mantém decisão que proíbe gestantes em atividade insalubre

Por unanimidade e em ambiente virtual, o Supremo Tribunal Federal (STF) rejeitou recurso da Advocacia-Geral da União (AGU) e manteve a decisão, tomada

Boa notícia: Lula dará ao velho amigo 1ª entrevista fora da prisão

Boa notícia: Lula dará ao velho amigo 1ª entrevista fora da prisão

Neste ano e meio que ele está preso, não tive condições de viajar a Curitiba e fiquei esperando o amigo sair da prisão para poder falar com ele, certo

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

O senador Marcos Rogério (DEM-RO) pediu nesta segunda-feira (14/10) cautela aos participantes do Sínodo da Amazônia, realizado no Vaticano. Para o p