Porto Velho (RO) segunda-feira, 22 de outubro de 2018
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Declaração de isento precisa ser entregue até o dia 30


Martha Beck - Agência O GloboBRASÍLIA - As pessoas físicas que tiveram rendimentos de até R$ 13.968 no ano passado têm até a próxima quinta-feira (dia 30) para entregar a Declaração de Isento à Receita Federal. Quem não fizer o acerto de contas com o Leão poderá ficar com o Cadastro da Pessoa Física (CPF) em situação pendente. Sem o CPF, o contribuinte não pode abrir empresas, obter empréstimos, participar de concursos públicos, tirar passaporte, receber aposentadoria ou prêmios de loteria.Segundo o Fisco, 49 milhões de declarações já foram entregues este ano, mas a expectativa é de que esse número chegue a 63 milhões. Em 2005, 61 milhões de pessoas físicas apresentaram o documento à Receita. Quem não entrega a declaração de isento num ano fica com o CPF pendente, mas depois de dois anos, o cadastro é suspenso.A declaração pode ser feita em casas lotéricas, no Banco do Brasil e nos correspondentes bancários da Caixa e BB. Nesses locais é preciso pagar uma taxa de R$ 1,00. O documento também pode ser entregue nos Correios, ao custo de R$ 2,40, ou pela internet na página da Receita.

Mais Sobre Política - Nacional

Cooperação entre TJRO e CNJ permite o uso de inteligência artificial desenvolvida pelo tribunal de RO

Cooperação entre TJRO e CNJ permite o uso de inteligência artificial desenvolvida pelo tribunal de RO

Técnicos do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e do Tribunal de Justiça de Rondônia (TJRO) vão desenvolver soluções de inteligência artificial que res

Governo decide manter começo do horário de verão em 4 de novembro

Governo decide manter começo do horário de verão em 4 de novembro

O Palácio do Planalto informou nesta terça-feira (15) que o início do horário de verão será mantido no dia 4 de novembro, cancelando um novo adiamento

Médicos impedem PF de transferir o senador Acir Gurgacz

Médicos impedem PF de transferir o senador Acir Gurgacz

 247 – Médicos que acompanham o senador Acir Gurgacz (PDT-RO) no hospital da família, em Cascável, no Paraná, impediram policiais federais de fazerem