Porto Velho (RO) sábado, 20 de abril de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Cristovam vota na ``alternância'' e prevê ``tempos difíceis''


Agência O GloboBRASÍLIA (Reuters) - O candidato derrotado do PDT à Presidência da República, senador Cristovam Buarque (DF), afirmou neste domingo que votou ``na alternância'', deixando clara a sua preferência pelo candidato do PSDB, Geraldo Alckmin.``Meu partido proibiu, mas eu vou declarar meu voto. Votei na alternância'', disse a jornalistas após votar nesta manhã em seção eleitoral instalada em uma escola particular, na Asa Norte da capital federal.Cristovam disse estar esperançoso em relação ao Brasil, mas ''preocupado'' sobre o futuro do país nos próximos meses e anos.``Temo que a oposição se comporte querendo um terceiro turno e que o presidente Lula queira se comportar querendo um terceiro mandato. Temo muito essa polarização.''``Creio que a democracia está imprensada entre os que querem o impeachment, o que considero uma temeridade, e os que querem um golpe, o que considero uma temeridade igual. Vamos passar tempos difíceis'', profetizou o senador, descartando a possibilidade de uma acordo entre oposição e governo no início do próximo mandato presidencial.``Não há clima para acordo por enquanto'', finalizou.Neste domingo, Lula e partidários, entre eles o ministro da Fazenda, Guido Mantega, pregaram clima de conciliação entre o governo e oposição após as eleições.Acompanhado de sua esposa, Gladys, Cristovam chegou ao local como se ainda fosse candidato. Distribuiu abraços e apertos de mão, beijou crianças e idosos e posou para fotografias com simpatizantes.Vestido numa camisa vermelha, uma das cores da bandeira de sua legenda, o senador voltou a exaltar a educação como ''instrumento de transformação da sociedade'' e decepcionou-se pelo fato do tema não ter recebido, em sua opinião, a importância merecida pelos candidatos que disputam o segundo turno .``Nenhum dos dois candidatos falou em educação com instrumento de mudança. Falaram como se fosse um serviço a mais e não como um instrumento de transformação'', explicou. ``Essa é a grande diferença entre a minha campanha e a deles.''

Mais Sobre Política - Nacional

Decreto de Jair Bolsonaro extingue centenas de canais de participação social em políticas públicas

Decreto de Jair Bolsonaro extingue centenas de canais de participação social em políticas públicas

No pacote divulgado ontem (11) para marcar os 100 dias de governo, o presidente Jair Bolsonaro assinou o Decreto 9.759, que pretende diminuir de 700 p

Senador Confúcio Moura faz intervenção e ministro da Saúde manterá tratamento de saúde especial aos indígenas

Senador Confúcio Moura faz intervenção e ministro da Saúde manterá tratamento de saúde especial aos indígenas

Diversas lideranças indígenas procuraram os vereadores Joveci do Pacarana (PSDB) e Adão Salvatico (PRB), em Espigão do Oeste, para tentar impedir a ex

Violência Doméstica contra mulher pode implicar em indenização

Violência Doméstica contra mulher pode implicar em indenização

Mulheres vítimas de violência doméstica estão mais perto de conquistar direito à indenização por danos morais. Pelo texto do Projeto de Lei 1380/19, q

O presidente Jair Bolsonaro admite: Pressão derrota Capitalização na Previdência

O presidente Jair Bolsonaro admite: Pressão derrota Capitalização na Previdência

O presidente Jair Bolsonaro afirmou que o regime de capitalização, um dos pilares da proposta de reforma da Previdência idealizada pelo ministro da Ec