Sábado, 20 de abril de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Crise aérea sem solução, só discussão


Agência O Globo Um tem uma fórmula mágica, outro nem enxerga o caos e, praticamente, disse que a crise é uma invenção. No meio do caminho, um terceiro diz que a solução passa por gestão. O problema é que os três são simplesmente o ministro da Defesa Waldir Pires, o presidente da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), Milton Zuanazzi, e o presidente da Infraero, brigadeiro José Carlos Pereira. Todos responsáveis por administrar a crise aérea que vem causando transtornos a milhares de passageiros desde outubro do ano passado. Veja abaixo a principais frases deles e do comandante da Aeronáutica, Juniti Saito, no depoimento à Comissão de Fiscalização e Controle da Câmara: Milton Zuanazzi, presidente da Anac - A crise do transporte aéreo brasileiro está longe de ser uma crise. Neste ano a indústria vai crescer 18%. Waldir Pires, ministro da Defesa - O presidente outorgou a quem tem a possibilidade legal quando determinou ao comando da Aeronáutica que tomasse as rédeas da situação. - É um problema de gestão que determinou as ocorrências. Não há por quê deixar de ser reordenadas e conseqüentemente postas a serviço do povo brasileiro. Tem problemas de recursos humanos, temos problemas de equipamentos. - Sei os limites de minha atribuição. Estão na lei. Brigadeiro José Carlos Pereira, presidente da Infraero - Milhares de pessoas ficaram congestionadas nos aeroportos, irritadas, e querendo saber o que aconteceu. É assim que a Infraero é impactada. Juniti Saito, comandante da Aeronáutica - A solução é técnica. Nós precisamos formar mais controladores para abrir outros setores quando o tráfego estiver congestionado, pois nós temos bons equipamentos, mas existe uma absoluta falta de controladores. - A nossa preocupação é com apoio ao homem. É preciso oferecer boas condições de trabalho. É preciso um salário digno para ele dar o melhor de si. -- Os sargentos têm família, filhos, e vão perder muita coisa. De maneira que eles têm juízo também. Não acredito em baixa coletiva. Seria como dar um tiro no pé. É claro que haveria degradação, mas temos outros planos.

Gente de OpiniãoSábado, 20 de abril de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

STF tem maioria para determinar recálculo de cadeiras na Câmara dos Deputados

STF tem maioria para determinar recálculo de cadeiras na Câmara dos Deputados

O Supremo Tribunal Federal (STF) formou nesta sexta-feira (25) maioria de votos para determinar que a Câmara dos Deputados faça a redistribuição do

Governo Federal se compromete a incluir plano de carreira da ANM na LOA 2024

Governo Federal se compromete a incluir plano de carreira da ANM na LOA 2024

O Sindicato Nacional dos Servidores das Agências Nacionais de Regulação (SInagências) conseguiu uma solução direta do governo após intensa articulaç

Deputado estadual Pedro Fernandes será o relator da CPI das Reservas em Rondônia

Deputado estadual Pedro Fernandes será o relator da CPI das Reservas em Rondônia

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) das Reservas foi instaurada em Rondônia para investigar possíveis irregularidades nos processos de criação

Ministro Paulo Pimenta trata sobre parceria entre Rede IFES de Comunicação Pública, Educativa e de Divulgação científica com a EBC e o Governo Federal

Ministro Paulo Pimenta trata sobre parceria entre Rede IFES de Comunicação Pública, Educativa e de Divulgação científica com a EBC e o Governo Federal

Na tarde dessa segunda-feira (06), o ministro-chefe da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República (SECOM), Paulo Pimenta, esteve r

Gente de Opinião Sábado, 20 de abril de 2024 | Porto Velho (RO)