Porto Velho (RO) segunda-feira, 25 de junho de 2018
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Corregedoria eleitoral vai analisar suspeita de venda de dossiê


Agência O GloboRIO - A Corregedoria do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) vai analisar um pedido de PSDB, PFL e PPS para abertura de investigação da suposta tentativa de venda de um dossiê que envolveria os candidatos tucanos ao governo de São Paulo, José Serra, e a presidente, Geraldo Alckmin no esquema da máfia dos sanguessugas. A informação foi dada pelo presidente do TSE, ministro Marco Aurélio Mello, em coletiva a imprensa no Rio de Janeiro, após encontro com os presidentes do PFL, senador Jorge Borhausen (SC), e do PSDB, senador Tasso Jereissati (CE). O caso será analisado pelo corregedor eleitoral, ministro César Asfor Rocha.Se o pedido de abertura de inquérito for aceito, o TSE irá investigar exclusivamente o aspecto eleitoral. Segundo Mello, o aspecto criminal já está a cargo da Polícia Federal.- Nós estaremos, no âmbito da Justiça Eleitoral, apenas investigando a repercussão do fato na disputa eleitoral - disse o ministro.Não existe um prazo para que o pedido de investigação seja analisado. Mas a previsão, segundo Mello, é que haja uma resposta do Tribunal até o início do próximo ano.Pelo tempo, Mello acredita que o caso não terá qualquer impacto durante a campanha. Se houver alguma comprovação de crime, só haverá punição após o período eleitoral.

Mais Sobre Política - Nacional

Desproteção ao trabalhador faz ações trabalhistas despencarem

Desproteção ao trabalhador faz ações trabalhistas despencarem

O número de ações trabalhistas pendentes de julgamento despencou após seis meses de reforma trabalhista; até maio deste ano, as varas de todo o país t

Marco Aurélio Mello culpa Cármen Lúcia por prisão ilegal de Lula

Marco Aurélio Mello culpa Cármen Lúcia por prisão ilegal de Lula

 247 – Um dia depois de denunciar à televisão portuguesa que o ex-presidente Lula está preso ilegalmente no Brasil (saiba mais aqui), o ministro Marco

 'Decisão de Fux já custou mais de R$ 4 bi ao País'

'Decisão de Fux já custou mais de R$ 4 bi ao País'

"Uma decisão tomada há quase quatro anos pelo ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal, já custou mais de R$ 4 bilhões aos cofres públicos sem

No mesmo dia em que manobrou contra Lula, Fachin livrou Temer

No mesmo dia em que manobrou contra Lula, Fachin livrou Temer

Fachin arquivou uma investigação da Polícia Federal que recaía contra Temer. A apuração era sobre um manuscrito apreendido no gabinete do senador pel