Porto Velho (RO) segunda-feira, 20 de agosto de 2018
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Consumidores correm para as últimas compras de Natal


Agência O GloboRIO - Faltam poucas horas para o Natal. Papai Noel só tem este sábado e o domingo para acertar a lista de presentes e os principais shoppings do Rio já estão funcionando em horário especial, até de madrugada.No maior shopping do subúrbio do Rio, as portas foram abertas às 9h e o shopping vai ficar aberto direto até às 18h de amanhã. É uma maratona de 33 horas. A expectativa é de 340 mil pessoas passem por lá neste fim de semana - um número 30% maior do que o registrado no último fim de semana.Mas cada shopping está fazendo o seu horário. Alguns estão seguindo o expediente normal e outros ficam abertos até às 2h.Muita gente deixou para comprar os presentes na última hora. A doméstica Isabel de Jesus Aguiar foi com irmão e a cunhada para o supermercado para comprar os ingredientes da ceia de Natal. Para ela, Papai Noel não foi muito generoso nos preços.- Para quem ganha salário-mínimo, fica difícil - comenta.O orçamento está curto para todo mundo, mas não pode faltar o principal: "Peru de Natal", diz a publicitária Maria Inês de Sá, que se programou para fugir das filas.- Cheguei cedo para não pegar as lojas cheias e nenhum tumulto. É mais fácil. Todo mundo deixa para última hora mesmo. Não tem jeito - comenta.Essa correria de fim de ano é a alegria dos supermercados. O movimento dobra, e o faturamento aumenta em 60% no mês de dezembro. Os produtos tradicionais estão na lista de seu Jorge, mas com esse calor não podem faltar as frutas.- Vamos comprar abacaxi, melancia, manga - disse ele.Há também outros ingredientes especiais:- O carinho e a amizade, com todo mundo brincando. É isso que vale - diz seu Jorge.Para garantir os presentes de todos, muita gente só conseguiu tempo de madrugada. Os shoppings ficaram abertos muito além do horário normal.A atendente Amanda Andrade da Silva foi de manhã cedo terminar as compras.- Ficou faltando presente da minha avó, do meu avô, dos sobrinhos, de muita gente. Deixei para a última hora por causa do trabalho. A gente sai tarde e acaba tendo que ficar para última hora mesmo - comenta.- Como todo bom brasileiro, a gente acaba deixando tudo para o último dia, sempre - diz a administradora Sara de Moura.Juvenil veio com as filhas escolher os presentes. - Recebi tarde o salário, por isso estou comprando em cima da hora. Tem também a demora para escolher os presentes - diz.Os três meninos já têm na ponta da língua o que esperam do Papai Noel, mas será que o Bom Velhinho vai entender? O espírito do Natal, no entanto, não precisa de tradução.- O importante é a família unida festejando o nascimento de Jesus - finaliza a administradora Sara de Moura.A expectativa é de que o volume de vendas nos shoppings seja 3% maior que o registrado no Natal do ano passado. Mas não é só nos shoppings: o movimento também é grande nas lojas de rua. Só nesta sexta-feira 1,5 milhão de pessoas passaram pelas 11 ruas da Saara, no Centro do Rio. Segundo a administração, esse número deve ser ainda maior neste sábado.Em São Paulo, quase um milhão de pessoas circulam pela região da rua 25 de Março. As lojas estão cheias de gente fazendo as últimas compras.No mercadão, o movimento também é grande. Paulistanos aproveitam o sábado para comprar os ingredientes da ceia de amanhã.- Estou preparada para ir para a 25 (de Março). Tênis, uma bermuda, uma blusa gostosa, porque você caminha bastante, você sua - afirma Heloísa Setim, dona de casa.Neste sábado, as lojas da 25 de Março ficam abertas até às 14 horas, mas se o movimento continuar podem fechar às 16 horas. Para este domingo, vale o mesmo horário. O Mercadão funciona neste sábado até as 18 horas e no domingo até 17 horas.

Mais Sobre Política - Nacional

Do Pato Donald ao caos financeiro, Abril fecha revistas, demite 800 e entra em decadência

Do Pato Donald ao caos financeiro, Abril fecha revistas, demite 800 e entra em decadência

BLOG NOCAUTECom informações do Poder 360A Editora Abril, que já foi a maior do Brasil, acumulou dívidas de cerca de R$ 1,6 bilhão. Só na semana passad

Engenharia do caos: 27 milhões sem trabalho

Engenharia do caos: 27 milhões sem trabalho

O jornalista e escritor Palmério Dória denuncia em seu Twitter o cinismo escancarado do Grupo Globo em omitir o que ele chama de 'engenharia do caos';

 Moro age como se fosse autoridade superior, diz Favreto no CNJ

Moro age como se fosse autoridade superior, diz Favreto no CNJ

O desembargador do TRF-4 Rogério Fraveto, que em 8 de julho determinou a soltura do ex-presidente Lula, decisão que não foi cumprida, disse, em sua de

Grupo Abril pede recuperação judicial

Grupo Abril pede recuperação judicial

O grupo Abril entrou com um pedido recuperação judicial nesta quarta-feira (15); plano de recuperação judicial será mostrado aos credores em até 60 di