Terça-feira, 23 de julho de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Confira os principais trechos do inquérito da PF que indiciou Palocci


Agência O Globo BRASÍLIA - A Polícia Federal encaminhou nesta segunda-feira à Justiça Federal o inquérito com as conclusões da investigação sobre a quebra do sigilo bancário do caseiro Francenildo dos Santos Costa, pivô do escândalo que envolveu o ex-ministro da Fazenda Antônio Palocci e do ex-presidente da Caixa Econômica Federal Jorge Mattoso. O ex-ministro e candidato a deputado federal pelo PT é acusado dos crimes de violação de sigilo bancário e funcional e prevaricação do caseiro Francenildo Costa. Segundo o relatório da PF, Palocci comandou a investigação ilegal para a quebra do sigilo bancário do caseiro. De acordo com o documento: "Tal objetivo foi atingido de forma transversa por Antonio Palocci Filho quando adotou e supervisionou a adoção de medidas pertinentes para que o caseiro fosse investigado por lavagem de dinheiro, não por ser um criminoso comum, mas por ser correntista da Caixa, onde depositava dinheiro". "... diversos depoimentos foram prestados para identificar a existência de outra possibilidade que não fosse a iniciativa de Antonio Palocci Filho quanto à demanda de vasculhar a vida bancária de Francenildo dos Santos Costa, por sentimento pessoal, em detrimento da moralidade e probidade administrativa". "A ilegalidade cometiva foi o desvirtuamento das finalidades do Estado democrático de Direito para o atendimento de fins pessoais, satisfação de interesses privados, o que viola princípios da administração pública, a moralidade e probidade administrativas". A PF não acreditou na versão do ex-presidente da Caixa Jorge Mattoso de que "pesquisara" a conta do caseiro por iniciativa pessoal e não por ordem de Palocci : "A tese de defesa é pouco provável. Em termos de investigação, de formação profissional policial, de lógica comum e de bom senso popular, o nexo de causalidade entre autoria e delito é resolvido nas perguntas : por qual motivo e a quem interessa ? Mattoso não tinha nenhum motivo pessoal para tal pesquisa.

Gente de OpiniãoTerça-feira, 23 de julho de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

STF tem maioria para determinar recálculo de cadeiras na Câmara dos Deputados

STF tem maioria para determinar recálculo de cadeiras na Câmara dos Deputados

O Supremo Tribunal Federal (STF) formou nesta sexta-feira (25) maioria de votos para determinar que a Câmara dos Deputados faça a redistribuição do

Governo Federal se compromete a incluir plano de carreira da ANM na LOA 2024

Governo Federal se compromete a incluir plano de carreira da ANM na LOA 2024

O Sindicato Nacional dos Servidores das Agências Nacionais de Regulação (SInagências) conseguiu uma solução direta do governo após intensa articulaç

Deputado estadual Pedro Fernandes será o relator da CPI das Reservas em Rondônia

Deputado estadual Pedro Fernandes será o relator da CPI das Reservas em Rondônia

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) das Reservas foi instaurada em Rondônia para investigar possíveis irregularidades nos processos de criação

Ministro Paulo Pimenta trata sobre parceria entre Rede IFES de Comunicação Pública, Educativa e de Divulgação científica com a EBC e o Governo Federal

Ministro Paulo Pimenta trata sobre parceria entre Rede IFES de Comunicação Pública, Educativa e de Divulgação científica com a EBC e o Governo Federal

Na tarde dessa segunda-feira (06), o ministro-chefe da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República (SECOM), Paulo Pimenta, esteve r

Gente de Opinião Terça-feira, 23 de julho de 2024 | Porto Velho (RO)