Porto Velho (RO) sábado, 11 de julho de 2020
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Comandante da Aeronáutica nega buraco negro de radares na Amazônia


Agência O Globo BRASÍLIA - O comandante da Aeronáutica, Juniti Saito, garantiu, durante audiência sobre o caos aéreo no Senado, que o chamado "buraco negro" - falha de radar que existiria na região amazônica - não existe. O comandante disse que pode haver algumas falhas de radar em alturas mais baixas naquela região, mas que são compensadas com outros tipos de equipamento. O comandante da Aeronáutica destacou que a travessia aérea sobre o Atlântico tem falhas semelhantes e ainda assim é segura. - Existem essas lacunas, que são convencionalmente controladas - disse. O comandante disse ainda que uma comissão está analisando tudo que o envolve o acidente com o avião da Gol e que as investigações encontram-se em fase final. De acordo com Saito, o relatório definitivo deve ficar pronto antes de setembro. Essa comissão reúne-se mensalmente com os familiares das vítimas, informou o militar.

Mais Sobre Política - Nacional

Mariana Carvalho defende novas medidas aprovadas pelo Congresso no enfrentamento à Covid-19

Mariana Carvalho defende novas medidas aprovadas pelo Congresso no enfrentamento à Covid-19

A deputada federal Mariana Carvalho (PSDB-RO) defendeu nesta quinta-feira (2) as medidas que estão sendo aprovadas pela Câmara e pelo Senado no

Relator revisor da MP 924 - Coronavírus, Dep Lucio Mosquini destaca liberação de 5 Bilhões para enfrentamento da crise na saúde

Relator revisor da MP 924 - Coronavírus, Dep Lucio Mosquini destaca liberação de 5 Bilhões para enfrentamento da crise na saúde

O deputado federal Lucio Mosquini é o relator revisor da MP 924/2020, conhecida como MP do Enfrentamento do coronavírus. O Senador Eduardo Gomes també

Deputados federais apresentam no STF pedido de impeachment do ministro Weintraub

Deputados federais apresentam no STF pedido de impeachment do ministro Weintraub

Rede Brasil Atual - Deputados da oposição anunciaram hoje (5) que vão apresentar denúncia no Supremo Tribunal Federal (STF) contra o ministro da Edu