Porto Velho (RO) sábado, 14 de dezembro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Com R$ 1,5 milhão do agronegócio, senador tem campanha mais cara do Centro-Oeste


Agência O GloboBRASÍLIA - Doações de empresas agrícolas e bancos permitiram ao ex-governador goiano Marconi Perillo (PSDB) a campanha mais cara do Centro-Oeste para uma vaga no Senado. Dos R$ 3,5 milhões que declarou à Justiça Eleitoral, Perillo arrecadou R$ 1,5 milhão junto a empresas do agronegócio.Uma das maiores doações individuais (R$ 230 mil) veio da Mitsubishi, fábrica japonesa de caminhonetes, que possui unidade em Catalão, interior goiano. Para instalar-se na região, a fábrica recebeu uma isenção, por 30 anos, de 70% do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS).Os bancos também contribuíram com a candidatura de Perillo. Itaú e BMG doaram R$ 150 mil cada um. A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) deu R$ 50 mil para a campanha de Perillo para senador. Em 2001, a CBF foi investigada por duas comissões parlamentares de inquérito (CPIs) na Câmara e no Senado.

Mais Sobre Política - Nacional

Jaqueline Cassol cobra votação da MP que garante Revalida

Jaqueline Cassol cobra votação da MP que garante Revalida

A deputada federal Jaqueline Cassol (PP-RO) cobrou do presidente Rodrigo Maia (DEM-RJ) a votação, antes que encerre o prazo, da Medida Provisórias cri

Supremo Tribunal Federal mantém decisão que proíbe gestantes em atividade insalubre

Supremo Tribunal Federal mantém decisão que proíbe gestantes em atividade insalubre

Por unanimidade e em ambiente virtual, o Supremo Tribunal Federal (STF) rejeitou recurso da Advocacia-Geral da União (AGU) e manteve a decisão, tomada

Boa notícia: Lula dará ao velho amigo 1ª entrevista fora da prisão

Boa notícia: Lula dará ao velho amigo 1ª entrevista fora da prisão

Neste ano e meio que ele está preso, não tive condições de viajar a Curitiba e fiquei esperando o amigo sair da prisão para poder falar com ele, certo

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

O senador Marcos Rogério (DEM-RO) pediu nesta segunda-feira (14/10) cautela aos participantes do Sínodo da Amazônia, realizado no Vaticano. Para o p