Segunda-feira, 15 de julho de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Política - Nacional

CNJ investiga juiz que teria recebido carro


 

Um dos casos mais graves em apuração no CNJ (Conselho Nacional de Justiça) é contra o desembargador do Tribunal de Justiça de Minas Gerais Dorival Guimarães Pereira, acusado de receber uma camionete S-10 para decidir um processo e R$ 60 mil para dar uma liminar.

Pereira foi acusado pelo ex-presidente do TJ-MG Márcio Antônio Marins e pelo promotor Geraldo Ferreira da Silva.

A pedido do corregedor-nacional de Justiça e membro do CNJ, Antônio de Pádua Ribeiro, o conselho abriu dois processos administrativos contra Guimarães Pereira, que poderão resultar em punições, como aposentadoria compulsória.

Por meio da assessoria do TJ-MG, o desembargador Dorival Pereira disse que não falaria sobre o assunto, mas orientou que seu advogado, José Rubens Costa, fosse procurado.

No escritório do advogado, uma secretária informou que Costa estava em audiência fora do escritório e que estava sem o celular. Até as 19h, o advogado não havia telefonado de volta.

Em Alagoas, os desembargadores do Tribunal de Justiça Washington Luiz Damasceno Freitas e José Fernando Lima Souza são suspeitos de conceder a um grupo de magistrados, incluindo eles próprios, uma diferença salarial que teria levado cada um a receber em torno de R$ 700 mil.

A pedido do CNJ, uma equipe de técnicos do TCU (Tribunal de Contas da União) esteve na semana passada em Maceió para apurar o fato. A Folha ligou para ambos. A assessoria de Lima Souza informou que ele estava em reunião e não poderia fala. A assessora de Damasceno Freitas disse que iria tentar localizá-lo.

Outro caso considerado grave por Pádua Ribeiro é o de uma juíza estadual do Tocantins que determinou a apreensão de R$ 30 milhões da Eletrobrás em contas de diversas instituições financeiras e fixou multa diária de R$ 200 mil.

A decisão é polêmica porque, como juíza estadual, ela não poderia ter decidido uma causa de interesse da União ou de órgão federal. O CNJ irá deliberar sobre eventual punição.


Gente de OpiniãoSegunda-feira, 15 de julho de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

STF tem maioria para determinar recálculo de cadeiras na Câmara dos Deputados

STF tem maioria para determinar recálculo de cadeiras na Câmara dos Deputados

O Supremo Tribunal Federal (STF) formou nesta sexta-feira (25) maioria de votos para determinar que a Câmara dos Deputados faça a redistribuição do

Governo Federal se compromete a incluir plano de carreira da ANM na LOA 2024

Governo Federal se compromete a incluir plano de carreira da ANM na LOA 2024

O Sindicato Nacional dos Servidores das Agências Nacionais de Regulação (SInagências) conseguiu uma solução direta do governo após intensa articulaç

Deputado estadual Pedro Fernandes será o relator da CPI das Reservas em Rondônia

Deputado estadual Pedro Fernandes será o relator da CPI das Reservas em Rondônia

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) das Reservas foi instaurada em Rondônia para investigar possíveis irregularidades nos processos de criação

Ministro Paulo Pimenta trata sobre parceria entre Rede IFES de Comunicação Pública, Educativa e de Divulgação científica com a EBC e o Governo Federal

Ministro Paulo Pimenta trata sobre parceria entre Rede IFES de Comunicação Pública, Educativa e de Divulgação científica com a EBC e o Governo Federal

Na tarde dessa segunda-feira (06), o ministro-chefe da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República (SECOM), Paulo Pimenta, esteve r

Gente de Opinião Segunda-feira, 15 de julho de 2024 | Porto Velho (RO)