Porto Velho (RO) quinta-feira, 21 de março de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Clodovil promete 'política do afeto' e diz que não será esquecido pelo Brasil


Isabel Braga - Agência O GloboBRASÍLIA - Eleito pelo PTC com 493 mil votos, o estilista Clodovil esteve nesta terça-feira na Câmara e garantiu que sua passagem pelo Congresso ficará marcada na memória de todos. Com um figurino impecável, o futuro deputado vestia terno sem gola cáqui de botões amarelos, gravata azul, uma blusa azul claro por baixo e um lenço no bolso esquerdo combinando com a gravata.- O Brasil vai se lembrar de mim, e não só o Congresso - prometeu.Clodovil defendeu o que chamou de "política de amor e afeto":- Sou que nem cachorro, é só passar a mão que eu abano o rabo.Clodovil descreveu sua visita ao presidente da Câmara, Aldo Rebelo, como um encontro para conhecer o Parlamento e aprender como funciona o Congresso.- Não entendo de nada, eu vim aprender. Viver é um ato político - disse.O estilista não quis dizer qual dos dois candidatos vai apoiar no segundo turno da eleição presidencial:- O voto é secreto. Isso aqui não é time de futebol. Vou trabalhar primeiro por Deus e em segundo lugar por mim.Perguntado se o tucano Geraldo Alckmin teria sido muito agressivo no debate de domingo, Clodovil ironizou:- Que nada! Temperaram um pouquinho o chuchuzinho e ficou ótimo.Cuidadoso, Clodovil desconversou ao ser perguntado sobre a declaração de que poderia trocar seu voto, dependendo da proposta.- Você está querendo me dar um nó. Não vou responder não!O estilista garantiu que Aldo Rebelo não lhe fez nenhuma advertência sobre suas declarações. O presidente do Conselho de Ética da Câmara, deputado Ricardo Izar (PTB-SP), também teria dado um puxão de orelha no futuro deputado. Clodovil acusou a imprensa de manipular suas palavras.- Não me fez nem me faria. Teria que ter feito a vocês da impresna. O que eu disse é que todo homem tem seu preço, que 30 mil é pouco e com 30 milhões você pode ajudar algo ou alguém. Mas mesmo assim não valeria a pena. Eu não sou analfabeto, não sou idiota e nem bebo para dizer uma coisa dessas - disse.Clodovil disse que Aldo foi muito gentil e viu que ele é uma pessoa muito boa de coração.- Sou uma pessoa muito boa de coração e o Aldo percebeu isso, porque arranquei lágrimas dele.

Mais Sobre Política - Nacional

Vídeo: Mariana Carvalho comemora a aprovação do seu projeto em que o agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

Vídeo: Mariana Carvalho comemora a aprovação do seu projeto em que o agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

Projeto da deputada Mariana Carvalho (PSDB-RO) e do deputado Rafael Motta (PSB-RN) é aprovado no Senado Federal. O projeto determina que o agressor

APROVADO – Agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

APROVADO – Agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

O Plenário do Senado aprovou, nesta terça-feira (19), projeto que determina que o agressor nos casos de violência doméstica e familiar será obrigado a

Câmara dos Deputados aprova prioridade de matrícula para filhos de mulher vítima de violência

Câmara dos Deputados aprova prioridade de matrícula para filhos de mulher vítima de violência

Proposta permite ao juiz determinar a matrícula ou transferência de dependentes da mulher vítima de violência independentemente da existência de vagaO

Mulheres são homenageadas na Câmara por se destacarem na luta por direitos

Mulheres são homenageadas na Câmara por se destacarem na luta por direitos

Em sessão solene no plenário da Câmara dos Deputados, a Medalha Mietta Santiago foi entregue hoje (19) a cinco mulheres que se destacaram na luta por