Porto Velho (RO) quarta-feira, 16 de janeiro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Centrais farão marcha por distribuição de renda


Agência O GloboSÃO PAULO - As centrais sindicais vão aproveitar o primeiro semestre para estudar alternativas para um modelo de desenvolvimento que proporcione crescimento com distribuição de renda. As discussões devem ser finalizadas com uma marcha em Brasília.- O Brasil já teve crescimento, mas com concentração de renda, queremos um modelo que distribua a riqueza - afirma Artur Henrique da Silva Santos, presidente da CUT.Entre o fim de fevereiro e começo de março, as centrais realizarão um seminário de três dias para chegar a propostas concretas que serão apresentadas ao governo.O mês de março servirá para ampliar discussões sobre desenvolvimento regional nos estados. Para coroar o debate, as centrais pretendem chamar a atenção da sociedade para os problemas atuais de crescimento.- Devemos organizar uma grande marcha em Brasília - diz, João Carlos Gonçalves, o Juruna, secretário geral da Força Sindical. Na próxima segunda-feira, às 14h, haverá reunião das centrais para organizar os eventos.

Mais Sobre Política - Nacional

HASTA LA VISTA, BAMBINO

HASTA LA VISTA, BAMBINO

Césare Battisti buscou a proteção de Evo Morales, seu aliado de esquerda.

Jair Bolsanaro assina decreto e  pessoas acima de 25 anos podem ter até 4 armas de fogo

Jair Bolsanaro assina decreto e pessoas acima de 25 anos podem ter até 4 armas de fogo

A partir do decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro hoje (15), no Palácio do Planalto, cidadãos brasileiros com mais de 25 anos poderão compra

O filho de Hamilton Mourão e o irmão de José Alencar: dois casos exemplares

O filho de Hamilton Mourão e o irmão de José Alencar: dois casos exemplares

São casos exemplares que demonstram comportamentos opostos dos governos

Governo de Bolsanaro vai fazer pente fino em 2 milhões de benefícios do INSS

Governo de Bolsanaro vai fazer pente fino em 2 milhões de benefícios do INSS

O governo federal vai fazer uma auditoria em 2 milhões de benefícios pagos pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que têm indícios de irregul