Porto Velho (RO) domingo, 24 de junho de 2018
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Campanha petista diz que direita usa discurso 'golpista e irresponsável'


Plínio Teodoro - Agência O GloboSÃO PAULO - O informativo digital da campanha do PT, distribuído a correligionários do partido pela internet, acusa nesta sexta-feira as "forças conservadoras do país, capitaneadas pela coalizão PSDB e PFL e por setores da mídia," de tentar impedir a reeleição de Lula no primeiro turno. No texto, intitulado "A força do povo: alerta total", o PT afirma que a "direita brasileira reagiu histericamente frente à divulgação do chamado dossiê "Serra/Vedoin", produzindo um discurso "golpista e irresponsável".O texto afirma que a "acusação do momento" tenta vincular à campanha petista a divulgação de que a "quadrilha dos Vedoin" opera no Ministério da Saúde desde a gestão do candidato tucano ao governo de São Paulo, José Serra, durante o mandato do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso.O texto afirma ainda que "a direita pretende macular nossa vitória, com acusações de todo o tipo, com o nítido propósito de criar dificuldades para o segundo mandato de Lula".Embora o presidente do PT, Ricardo Berzoini, tenha sido substituído por Marco Aurélio Garcia na coordenação da campanha de Lula, seu nome ainda figura, junto com o do coordendar de internet Valter Pomar, como responsável pela publicação. O boletim, que tem o nome de Antivírus, é enviado de segunda a sexta a cerca de 165 mil internautas cadastrados no site da campanha de Lula, segundo dados do partido Leia abaixo a íntegra do texto."A força do povo: alerta total"As forças conservadoras do país, capitaneadas pela coalizão PSDB-PFL e por setores da mídia, sabem que Lula vencerá as eleições presidenciais. Mas querem impedir, a todo custo, que isto aconteça já no primeiro turno. Querem, também, que a vitória de Lula não seja acompanhada pelo crescimento das candidaturas a governador, senador e deputados do campo democrático e popular."Além disso, a direita pretende macular nossa vitória, com acusações de todo tipo, com o nítido propósito de criar dificuldades para o segundo mandato Lula."A acusação do momento tenta vincular nossa campanha e nosso candidato com a negociação e a divulgação de um dossiê contendo informações que já são de conhecimento público, a saber: que a quadrilha dos Vedoin operava no ministério da Saúde desde a época de José Serra, Barjas Negri e FHC."Para sustentar suas acusações, a direita precisa desconhecer vários fatos. Entre eles, o comportamento de nosso candidato a presidente, que nunca lançou mão deste tipo de expediente, tendo inclusive repudiado publicamente o procedimento. Segundo, a atuação da Polícia Federal, graças a qual o caso veio à tona e os responsáveis estão sendo investigados. Terceiro, o afastamento dos envolvidos, que reconheceram publicamente que exorbitaram."A apuração rigorosa dos fatos, que já está sendo feita pela Polícia Federal, revelará a exata responsabilidade de cada um dos envolvidos."Infelizmente, o rigor que a direita cobra de nossa campanha, ela não adota diante dos supostos vínculos entre cardeais do PSDB e a quadrilha dos sanguessugas. O correto é que todos os denunciados sejam rigorosamente investigados, incluindo o ex-ministro da Saúde e o ex-governador de São Paulo."A direita brasileira reagiu histericamente frente à divulgação do chamado dossiê "Serra/Vedoin", produzindo um discurso golpista e irresponsável. Abatidas pelo favoritismo do presidente Lula no pleito que se aproxima, manobram para reverter o amplo apoio ao presidente, tentando criar no país um clima de confronto."Repudiamos esse comportamento antidemocrático e convocamos a militância e todos os ativistas da coligação "A Força do Povo" para intensificar os esforços para a reeleição do presidente Lula. Mostremos nas ruas, com nossos panfletos e bandeiras, que o povo brasileiro está decidido a dar continuidade à construção de uma pátria justa, livre e soberana e assim livremente se manifestará nas eleições do dia 1º de outubro."

Mais Sobre Política - Nacional

Marco Aurélio Mello culpa Cármen Lúcia por prisão ilegal de Lula

Marco Aurélio Mello culpa Cármen Lúcia por prisão ilegal de Lula

 247 – Um dia depois de denunciar à televisão portuguesa que o ex-presidente Lula está preso ilegalmente no Brasil (saiba mais aqui), o ministro Marco

 'Decisão de Fux já custou mais de R$ 4 bi ao País'

'Decisão de Fux já custou mais de R$ 4 bi ao País'

"Uma decisão tomada há quase quatro anos pelo ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal, já custou mais de R$ 4 bilhões aos cofres públicos sem

No mesmo dia em que manobrou contra Lula, Fachin livrou Temer

No mesmo dia em que manobrou contra Lula, Fachin livrou Temer

Fachin arquivou uma investigação da Polícia Federal que recaía contra Temer. A apuração era sobre um manuscrito apreendido no gabinete do senador pel

Ministro de Temer fala em 'guerra letal' nas favelas e avisa que 'criança bonitinha' pode virar alvo

Ministro de Temer fala em 'guerra letal' nas favelas e avisa que 'criança bonitinha' pode virar alvo

"Você vê uma criança bonitinha, de 12 anos de idade, entrando em uma escola pública, não sabe o que ela vai fazer depois da escola. É muito complicado