Porto Velho (RO) sábado, 7 de dezembro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Campanha contra homofobia é lançada no Senado



Campanha pela aprovação do projeto contra homofobia é lançada no Senado Federal

Com apoio da Secretaria Especial de Direitos Humanos da Presidência da República, a Associação Brasileira de Lésbicas, Gays e Transgêneros (ABLGT) e a Frente Parlamentar em Defesa da Cidadania LGBT realizam no Senado o quinto seminário para discussão de demandas de interesse desse público.

Após a abertura e encaminhamento das atividades pelas senadoras Serys Slhessarenko (PT-MT), Fátima Cleide (PT-RO) e deputada Cida Diogo (PT-RJ), o presidente da ABLGT, Toni Reis, lançou a campanha para arrecadar um milhão de assinaturas em apoio ao PLC 122, relatado pela senadora Fátima, que torna crime a homofobia, isto é, a aversão ao homossexualismo.    
 
“Não podemos mais ficar esperando uma situação ideal para aprovar esse projeto. Temos que bater em cada gabinete; não estamos discutindo o Alcorão, mas a Constituição brasileira. Muitos fundamentalistas dizem que queremos destruir a família. Não queremos destruir nada. Nós queremos criar o nosso tipo de família. Pagamos impostos, temos deveres, queremos nossos direitos. Não queremos nenhum privilégio, aposentadoria especial, nada. Queremos respeito”, disse Toni Reis.

A deputada Cida Diogo disse que infelizmente “forças reacionárias têm crescido muito, não apenas no Congresso Nacional, mas também nas Assembléias Legislativas e Câmaras Municipais”. Avalia a deputada que não apenas nos legislativos essas forças “resistem ao debate democrático da relalção comportamental da sociedade”, mas também os Executivos e Judiciário.

A senadora Fátima Cleide disse que é preciso resistir e combater o preconceito e discirminação, recebendo elogios do senador José Nery (PSOL-PA) pela postura “digna e lutadora” da parlamentar na condução da relatoria do PLC 122, “um tema que causa desconforto para muitos”.

Ele anunciou, no seminário, que apresentará projeto de resolução criando o prêmio Dom Helder Câmara de Direitos Humanos, que será destinado a homenagear, anualmente, cinco pessoas que se destaquem nessa área. Ele também pediu aos participantes do seminário apoio para a campanha nacional em favor da erradicação do trabalho escravo.

O subsecretário nacional de Direitos Humanos, Perly Cipriano, disse que o movimento LGBT enfrenta preconceitos em todas as instancias da sociedade, e em sua opinião “sofre perseguição e opressão porque ama”. “Ninguém se indigna com as crianças abandonadas na rua, com a miséria da fome, mas com os homossexuais há uma explosão de raiva”, disse.

O seminário conta com a presença da juiz do Rio Grande do Sul Maria Berenice Dias, especialista em Direitos Humanos; advogado Roberto Gonçale, do Rio de Janeiro e representantes de movimentos que atuam em defesa dos direitos humanos. Agora a tarde o evento discute o projeto de união civil para casais LGBT, PL 1151/95.  

Fonte: Mara Paraguassu

Mais Sobre Política - Nacional

Jaqueline Cassol cobra votação da MP que garante Revalida

Jaqueline Cassol cobra votação da MP que garante Revalida

A deputada federal Jaqueline Cassol (PP-RO) cobrou do presidente Rodrigo Maia (DEM-RJ) a votação, antes que encerre o prazo, da Medida Provisórias cri

Supremo Tribunal Federal mantém decisão que proíbe gestantes em atividade insalubre

Supremo Tribunal Federal mantém decisão que proíbe gestantes em atividade insalubre

Por unanimidade e em ambiente virtual, o Supremo Tribunal Federal (STF) rejeitou recurso da Advocacia-Geral da União (AGU) e manteve a decisão, tomada

Boa notícia: Lula dará ao velho amigo 1ª entrevista fora da prisão

Boa notícia: Lula dará ao velho amigo 1ª entrevista fora da prisão

Neste ano e meio que ele está preso, não tive condições de viajar a Curitiba e fiquei esperando o amigo sair da prisão para poder falar com ele, certo

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

O senador Marcos Rogério (DEM-RO) pediu nesta segunda-feira (14/10) cautela aos participantes do Sínodo da Amazônia, realizado no Vaticano. Para o p