Porto Velho (RO) sábado, 14 de dezembro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Brasil entra no mapa mundial de tecnologia em finanças


Bruno Rosa, Agência O GloboRIO - A Associação Brasileira de Empresas de Software e Serviços para Exportação (Brasscom) e a International Data Corporation (IDC) divulgaram nesta sexta-feira um estudo sobre o potencial do Brasil como fornecedor de soluções de tecnologia da informação (TI) para a indústria financeira, local e internacional.Desenvolvido no último trimestre deste ano, o estudo da consultoria IDC revela que o Brasil é um dos países mais sofisticados e eficientes na criação de soluções de automação bancária, principalmente em compensação de cheques e documentos, de tesouraria e em internet banking. O Sistema de Pagamentos Brasileiro (SPB), por exemplo, é apontado como um dos mais eficientes sistemas financeiros do mundo, por meio da rede que interliga os bancos brasileiros ao Banco Central.Para competir com a Índia, que já oferece uma gama ampla de serviços offshore há 20 anos, e a China, que vem se destacando ultimamente nesse mercado, o Brasil deve investir em nichos. E o principal deles é o setor financeiro, afirma Mauro Peres, diretor de Pesquisa da IDC Brasil. Se o Brasil liderar neste segmento, sua posição no cenário internacional de provedor de serviços em TI vai subir muito, completa.Segundo ele, entre as razões da excelência brasileira em finanças está o histórico da economia instável do país. Na época da inflação e da alta variação do câmbio, os bancos tiveram que investir em tecnologia e inteligência para o comando das operações financeiras, sujeitas a mudanças rápidas. O profissional de TI da área financeira tem profundo conhecimento da indústria bancária, explica.Em comparação com os outros países que compõem o BRIC (os emergentes Rússia, Índia e China), o Brasil é mais avançado em internet banking, com 14% da população utilizando assiduamente. Além disso, o Brasil terminará o ano de 2006 com 390 milhões de cartões no mercado (crédito, débito e outros) - um crescimento de 15% em relação a 2005, de acordo com a Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços. O país é o terceiro no mundo em emissão de cartão de crédito.O interesse da Brasscom em explorar as capacidades do Brasil no segmento financeiro começou em 2005, quando um outro estudo - feito pela consultoria A.T. Kearney - relatou as principais demandas por serviços de TI no mercado internacional e os prós-e-contras do Brasil como fornecedor de TI. Assim, a Brasscom finaliza a primeira fase de sua agenda estratégica para a internacionalização da oferta brasileira de TI: a de se documentar para mostrar as capacidades do Brasil para exportar tecnologia e serviços, em busca de apoio e incentivos fiscais do governo e, também, de um maior diálogo com clientes internacionais.

Mais Sobre Política - Nacional

Jaqueline Cassol cobra votação da MP que garante Revalida

Jaqueline Cassol cobra votação da MP que garante Revalida

A deputada federal Jaqueline Cassol (PP-RO) cobrou do presidente Rodrigo Maia (DEM-RJ) a votação, antes que encerre o prazo, da Medida Provisórias cri

Supremo Tribunal Federal mantém decisão que proíbe gestantes em atividade insalubre

Supremo Tribunal Federal mantém decisão que proíbe gestantes em atividade insalubre

Por unanimidade e em ambiente virtual, o Supremo Tribunal Federal (STF) rejeitou recurso da Advocacia-Geral da União (AGU) e manteve a decisão, tomada

Boa notícia: Lula dará ao velho amigo 1ª entrevista fora da prisão

Boa notícia: Lula dará ao velho amigo 1ª entrevista fora da prisão

Neste ano e meio que ele está preso, não tive condições de viajar a Curitiba e fiquei esperando o amigo sair da prisão para poder falar com ele, certo

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

O senador Marcos Rogério (DEM-RO) pediu nesta segunda-feira (14/10) cautela aos participantes do Sínodo da Amazônia, realizado no Vaticano. Para o p