Porto Velho (RO) quinta-feira, 27 de junho de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Brasil é o maior consumidor mundial de drogas para emagrecer


Demétrio Weber - Agência O Globo BRASÍLIA - Pesquisa encomendada pela Secretaria Nacional Antidrogas (Senad) constatou que o Brasil é o maior consumidor mundial de remédios para emagrecer - as chamadas drogas anorexígenas. Entre 2001 e 2005, o consumo cresceu 100%. O país já está sendo cobrado internacionalmente e o governo diz que já está estudando medidas para controlar a prescrição e a venda desses remédios. O estudo foi realizado em 108 cidades com mais de 200 mil habitantes.- Há uma expectativa da sociedade de que o Brasil fique livre de drogas. Isso não vai acontecer - disse o pesquisador Elisaldo Carlini, presidente do Centro Brasileiro de Informação sobre Drogas Psicotrópicas (Cebrid).Conforme antecipou o jornal "O Globo" no domingo, o estudo, intitulado II Levantamento Domiciliar sobre Uso de Drogas Psicotrópicas no Brasil, mostra o crescimento no consumo de bebidas alcoólicas, maconha e cocaína, entre outras drogas, no país. Segundo o estudo, 12,3% da população brasileira de 12 a 65 anos são dependendes de bebida alcoólica, o que equivale a 5,7 milhões de pessoas. Esse percentual supera a proporção de brasileiros dependentes de tabaco, que é de 10,1%, ou 4,7 milhões de consumidores.No levantamento anterior, em 2001, a dependência de álcool atingia 11,2% da população, sendo 5,2% na faixa de 12 a 17 anos. O novo estudo apontou aumento não só no universo total da população de 12 a 65 anos -de 11,2% para 12,3%- mas também entre os mais jovens. Na faixa de 12 a 17 anos, 7% eram dependentes de álcool em 2005.O álcool aparece como a droga consumida por mais brasileiros pelo menos uma vez na vida. Foi o que disseram 74,6% dos 7,9 mil entrevistados. Em segundo lugar vem o tabaco, com 44%; em terceiro a maconha, com 8,8%, seguida por solventes (6,1%), tranqüilizantes (5,6%), orexígenos -estimulantes de apetite- (4,1%), anfetaminas -entre eles, redutores de apetite- (3,2%), cocaína (2,9%) e xaropes (1,9%). À exceção dos estimulantes de apetite e xaropes, todos os demais tipos de drogas tiveram aumento de consumo de 2001 para 2005.O diretor do Centro Brasileiro de Informações sobre Drogas Psicotrópicas, Elisaldo Carlini, disse que o Brasil é campeão mundial de consumo de drogas para inibição de apetite. Segundo ele, o Brasil deveria seguir o exemplo de Portugal e proibir a prescrição desse tipo de remédio.- Médicos saem da ética médica e prescrevem essas drogas por razões estéticas e não por razões médicas.Carlini afirmou que o fato de ter aumentado o consumo de drogas no Brasil segue uma tendência mundial. Segundo ele, o esforço deve ser no sentido de reduzir o acesso e o consumo, sem a ilusão de achar que é possível acabar com as drogas

Mais Sobre Política - Nacional

REFORMA DA PREVIDÊNCIA: "Proposta do relator sobre aposentadoria dos professores ainda não é justa", diz Jaqueline Cassol

REFORMA DA PREVIDÊNCIA: "Proposta do relator sobre aposentadoria dos professores ainda não é justa", diz Jaqueline Cassol

A deputada federal Jaqueline Cassol (PP-RO) criticou a proposta do relator da Reforma da Previdência, deputado Samuel Moreira (PSDB-SP), no que diz

O brasileiro e o contexto sociopolítico

O brasileiro e o contexto sociopolítico

O brasileiro é conhecido por sua alegria e seu jeito de lidar com as adversidades. Em muitos dos casos, as pessoas utilizam da resiliência e do aprend

Mariana Carvalho é condecorada com Medalha da Ordem do Mérito Naval

Mariana Carvalho é condecorada com Medalha da Ordem do Mérito Naval

A deputada federal Mariana Carvalho foi agraciada nesta terça-feira (11) com condecoração da Marinha brasileira. Durante a cerimônia alusiva aos 154 a

Audiência Pública no Senado Federal debate violência nas escolas e as suas consequências

Audiência Pública no Senado Federal debate violência nas escolas e as suas consequências

A Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE) do Senado Federal promove nesta terça-feira (14), às 9h, audiência pública para debater com especialist