Porto Velho (RO) quarta-feira, 18 de setembro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Bolsa Floresta começa ser paga no Amazonas


Amanda Mota
Agência Brasil

São Sebastião do Uatumã (AM) - Os recursos do programa estadual Bolsa Floresta começaram a ser pagos hoje (12) no Amazonas. As primeiras cem famílias beneficiadas fazem parte das 20 unidades de proteção ambiental que compõem a Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) do Uatumã, localizada entre os municípios de São Sebastião do Uatumã e Itapiranga, no norte do estado.

Cada uma das famílias vai receber mensalmente R$ 50, valor considerado pelo governo amazonense como um prêmio aos que contribuem para preservar a floresta. "Isso porque o Bolsa Floresta é uma das quatro linhas de ação da Lei de Mudanças Climáticas, sancionada em junho deste ano e que prevê alternativas concretas para a preservação da floresta amazônica", explicou o secretário estadual de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Virgílio Viana.

Para o coordenador da área de Unidades de Conservação da organização não-governamental Instituto de Desenvolvimento Sustentável do Amazonas (Idesam), Carlos Gabriel, o valor pode ser bastante significativo para os ribeirinhos. Ele disse considerar o programa uma iniciativa positiva em meio às atividades de preservação ambiental.

"Recentemente, fizemos uma consulta local onde constatamos que a primeira fonte de renda familiar é proveniente da agricultura, chegando ao valor de R$ 100 por família. Em segundo lugar está a renda proveniente do programa federal Bolsa Família, que paga em média R$ 58 às famílias cadastradas na região. Além disso, se olharmos o planejamento das ações do projeto como um todo, perceberemos que o programa é parte de uma ação maior que pode trazer mais desenvolvimento para a comunidade, sem esquecer do meio ambiente", avaliou Gabriel.

O presidente da Associação dos Moradores da Comunidade Deus Ajude, onde foram feitos os primeiros pagamentos, disse estar satisfeito com a novidade, mas lembrou que ainda falta apoio para o escoamento da produção local.

"Isso é importante para nós, que às vezes passamos meses sem ter nenhuma renda. Mas precisamos de mais ajuda para levar até outras cidades o que plantamos aqui e, com isso, ter uma fonte de renda maior", apelou.

Para receber o benefício, é preciso fazer o cadastramento na Associação de Moradores da RDS e manter-se em dia com as regras de preservação ambiental previstas para o local. No caso do Uatumã, por exemplo, as regras incluem não permitir que as plantações ultrapassem três hectares de terras, o equivalente a três campos de futebol.

A RDS do Uatumã foi criada em junho de 2004 e a principal fonte de renda é o cultivo de mandioca, banana, melancia, milho e feijão. A reserva proporciona ainda, aos seus moradores, castanha e peixes como o jaraqui e o tucunaré, pescados somente para o consumo familiar.

Até o fim deste ano, moradores de outras cinco unidades de preservação ambiental – RDS do Uacari, de Mamirauá, de Cujubim e do Piagaçu-Purus, e Reserva Extrativista do Catuá-Ipixuna – receberão a visita de funcionários da Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável do Amazonas (SDS) para passarem a contar com o Bolsa Floresta. A partir daí, o valor poderá ser sacado diretamente em uma das agências do Banco Postal, mediante a apresentação do cartão bancário entregue nominalmente a cada um dos cadastrados.

Mais Sobre Política - Nacional

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

 Há pelo menos seis anos, setores do governo brasileiro estudam construir quatro grandes hidrelétricas, duas delas na Região Norte, uma delas em Rondô

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

A Câmara dos Deputados aprovou na noite desta segunda-feira o PL 2438/19 de autoria da deputada Mariana Carvalho (RO) e do deputado Rafael Motta que

Justiça partidária condena PT em Curitiba e blinda PSDB em São Paulo

Justiça partidária condena PT em Curitiba e blinda PSDB em São Paulo

Implacável para condenar lideranças do PT na República de Curitiba, a Justiça brasileira não mostra o mesmo furor para investigar e julgar os tucanões

FGTS: Anúncio sobre saques fica para a próxima semana, diz Onyx

FGTS: Anúncio sobre saques fica para a próxima semana, diz Onyx

O ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, afirmou que o anúncio da liberação de saques das contas ativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviç