Porto Velho (RO) quarta-feira, 16 de janeiro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Biscaia será secretário nacional de Justiça


Agência O GloboSÃO PAULO - O novo ministro da Justiça, Tarso Genro, confirmou nesta sexta-feira o nome do ex-deputado federal Antônio Carlos Biscaia (PT-RJ) para o cargo de secretário Nacional de Justiça (SNJ) do Ministério. Advogado, Biscaia se destacou como procurador-geral de Justiça do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro, onde atuou na condenação de banqueiros ligados ao crime organizado e na desarticulação de fraudadores da previdência social. Na secretaria, ele substitui o procurador-regional da União, Antenor Madruga. Em 1998, ele assumiu o mandato de deputado federal como suplente do PT. Participou da CPI do Narcotráfico e participou da Comissão de Reforma do Judiciário. Em 2002, foi eleito para a Câmara dos Deputados, mas não conseguiu se reeleger em outubro do ano passado. À frente da Secretaria Nacional de Justiça, Biscaia coordenará ações relacionadas ao combate à lavagem de dinheiro, à situação de estrangeiros no Brasil, e classificação da programação de TV, entre outras coisas.

Mais Sobre Política - Nacional

HASTA LA VISTA, BAMBINO

HASTA LA VISTA, BAMBINO

Césare Battisti buscou a proteção de Evo Morales, seu aliado de esquerda.

Jair Bolsanaro assina decreto e  pessoas acima de 25 anos podem ter até 4 armas de fogo

Jair Bolsanaro assina decreto e pessoas acima de 25 anos podem ter até 4 armas de fogo

A partir do decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro hoje (15), no Palácio do Planalto, cidadãos brasileiros com mais de 25 anos poderão compra

O filho de Hamilton Mourão e o irmão de José Alencar: dois casos exemplares

O filho de Hamilton Mourão e o irmão de José Alencar: dois casos exemplares

São casos exemplares que demonstram comportamentos opostos dos governos

Governo de Bolsanaro vai fazer pente fino em 2 milhões de benefícios do INSS

Governo de Bolsanaro vai fazer pente fino em 2 milhões de benefícios do INSS

O governo federal vai fazer uma auditoria em 2 milhões de benefícios pagos pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que têm indícios de irregul