Porto Velho (RO) sábado, 6 de junho de 2020
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Biscaia defende que Vedoin perca o benefício da delação


Evandro Eboli - Agência O Globo BRASÍLIA - O presidente da CPI dos Sanguessugas, deputado Antônio Carlos Biscaia (PT-RJ), defendeu nesta quarta-feira que o empresário Luiz Antônio Vedoin seja advertido pelo juiz federal Jefferson Schneider, de Mato Grosso, para que pare de dar entrevistas, ou relate tudo o que sabe à Justiça. O deputado defende até que, se necessário, seja suspenso o benefício da delação premiada, que permite redução de pena em troca de informações. - Vedoin não pode, a cada momento, apresentar fatos novos depois de ter prestado depoimento à Justiça. Defendo que ele seja advertido e que seja dito a ele que já teve oportunidade de dizer tudo e que entregue todos os documentos à Justiça. Do contrário, ele deve perder o direito da delação premiada e ser julgado normalmente pela Justiça. Não é possível ficar dando declarações a cada fim de semana - disse Biscaia.

Mais Sobre Política - Nacional

Mariana Carvalho defende novas medidas aprovadas pelo Congresso no enfrentamento à Covid-19

Mariana Carvalho defende novas medidas aprovadas pelo Congresso no enfrentamento à Covid-19

A deputada federal Mariana Carvalho (PSDB-RO) defendeu nesta quinta-feira (2) as medidas que estão sendo aprovadas pela Câmara e pelo Senado no

Relator revisor da MP 924 - Coronavírus, Dep Lucio Mosquini destaca liberação de 5 Bilhões para enfrentamento da crise na saúde

Relator revisor da MP 924 - Coronavírus, Dep Lucio Mosquini destaca liberação de 5 Bilhões para enfrentamento da crise na saúde

O deputado federal Lucio Mosquini é o relator revisor da MP 924/2020, conhecida como MP do Enfrentamento do coronavírus. O Senador Eduardo Gomes també

Deputados federais apresentam no STF pedido de impeachment do ministro Weintraub

Deputados federais apresentam no STF pedido de impeachment do ministro Weintraub

Rede Brasil Atual - Deputados da oposição anunciaram hoje (5) que vão apresentar denúncia no Supremo Tribunal Federal (STF) contra o ministro da Edu