Porto Velho (RO) domingo, 18 de novembro de 2018
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Bastos diz que dinheiro de dossiê não foi mostrado para evitar exploração eleitoral


Cassio Bruno - Agência O GloboRIO - O ministro da Justiça, Márcio Thomaz Bastos, disse nesta terça-feira, na abertura do encontro da Interpol no Rio, que é preciso que as pessoas entendam que o país mudou e que hoje não é mais como no tempo em que se faziam imagens para jogar na TV e destruir candidaturas.- Não vamos fazer isso - disse o ministro. Bastos também disse que as investigações da Polícia Federal nos últimos três anos resultaram em mais de 300 operações que desvendaram quadrilhas e desmantelaram o crime organizado "sem dar um tiro, com inteligência e planejamento".- Não se pode querer colocar o que aconteceu dentro da agenda há 15 dias das eleição. E nem fazer disso uma moeda de troca eleitoral. Não vamos admitir - disse Bastos.O diretor geral da Polícia Federal, Paulo Lacerda, também presente ao evento, disse que não mostrou a imagem do dinheiro porque não quer fazer jogo político.- Não nos interessa apresentar imagem relacionadas a nada.Perguntado porque havia passado imagens de dinheiro em operações anteriores, ele respondeu que "nas outras operações havia um aspecto pedagógico que não se visa a uma situação política eleitoral".

Mais Sobre Política - Nacional

O registro de plantas e flores ornamentais será debatido no Senado

O registro de plantas e flores ornamentais será debatido no Senado

Pelo projeto, o produtor que desenvolver uma nova cor de orquídea pode ser liberado da inscrever o produto no RNCA Comissão de Agricultura e Reforma A

 JUSTIÇA SUÍÇA APONTA R$ 43,2 MILHÕES EM FINANCIAMENTO ILEGAL DE SERRA

JUSTIÇA SUÍÇA APONTA R$ 43,2 MILHÕES EM FINANCIAMENTO ILEGAL DE SERRA

Dinheiro para financiar a campanha presidencial do PSDB

Jair Bolsonaro diz que programa Mais Médicos não será suspenso

Jair Bolsonaro diz que programa Mais Médicos não será suspenso

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, disse ontem (14) que manterá o programa Mais Médicos e vai substituir os cerca de 8.500 profissionais cubanos p